Governo certifica 280 trabalhadores rurais de Cruzeiro do Sul

Foram oferecidos cursos de Formação Inicial e Continuada em Avicultura e Roçados Sustentáveis, Sistemas Agroflorestais e Horticultura Orgânica

Na manhã da última sexta-feira, 18, o Governo do Estado do Acre, por meio do Centro de Formação e Técnologias do Juruá (Ceflora) do Instituto Dom Moacyr (IDM), certificou 280 profissionais em três cursos na área de agricultura familiar (Foto:Assessoria IDM)
Na manhã da última sexta-feira, 18, o Governo do Estado do Acre, por meio do Centro de Formação e Técnologias do Juruá (Ceflora) do Instituto Dom Moacyr (IDM), certificou 280 profissionais em três cursos na área de agricultura familiar (Foto:Assessoria IDM)

Na manhã da última sexta-feira, 18, o Governo do Estado do Acre, por meio do Centro de Formação e Técnologias do Juruá (Ceflora) do Instituto Dom Moacyr (IDM), certificou 280 profissionais em três cursos na área de agricultura familiar (Foto:Assessoria IDM)

Na manhã da última sexta-feira, 18, o Governo do Estado do Acre, por meio do Centro de Formação e Técnologias do Juruá (Ceflora) do Instituto Dom Moacyr (IDM), certificou 280 profissionais em três cursos na área de agricultura familiar. São cursos de Formação Inicial e Continuada em Avicultura e Roçados Sustentáveis, Processamento Artesanal de Derivados do Leite, e Sistemas Agroflorestais e Horticultura Orgânica.

A solenidade aconteceu nas dependências do Ceflora, com a presença de várias autoridades: o Deputado Federal Henrique Afonso; o Diretor-Presidente do IDM Irailton Lima; Coordenadora da Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária, Iraní Uchôa; representante do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Marcelo Diógenes da Costa; Presidente do Sindicato Rural Patronal, Pedro Correia da Silva; Diretora do Instituto Federal do Acre (Ifac) – Déborah Virgínia Cardoso de Freitas; Diretora da Unidade Regional do Serviço Social da Indústria (Sesi) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no Vale do Juruá, Ana Júlia D’Anzicourt; Coordenador Geral do Ceflora, Raimundo Evilásio Lima dos Santos; Educando e Presidente da Associação dos Produtores Rurais Igarapé Branco, Darci Mendes.

A realização desses cursos, que são fruto de uma parceria entre o IDM e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), se tornaram possíveis via Plano Setorial de Qualificação (PlanSeQ) – parte integrante do Plano Nacional de Qualificação, vinculado ao Ministério do Trabalho e Emprego – que procura atender demandas emergenciais, levando educação profissional às regiões mais carentes do estado.

Durante o evento o Deputado Henrique Afonso, criador da emenda parlamentar que possibilitou a realização destes cursos na Região do Vale do Juruá, falou sobre a importância de se investir na agricultura familiar, e reiterou que este será apenas mais um projeto dos muitos que ele ainda pretende proporcionar para serem realizados em Cruzeiro. “Ano que vem teremos mais cursos aqui nesta região”. Afirmou ele.

Os cursos foram ofertados por meio de módulos semanais alternados, tendo duração de três meses, e as vagas foram destinadas a pequenos produtores rurais, visando o aumento da produtividade e de renda.

Mauro Célio de Abreu Costa, profissional certificado pelo IDM no Curso de Processamento Artesanal de Derivados do Leite conta: “Através desse curso aprendemos que o leite não serve somente para beber. Na minha propriedade costumávamos jogar fora o soro do leite, não sabíamos que ele servia para fazer tantas coisas. A gente tirava o leite da vaca, vendia na vila e ficava torcendo para não sobrar nada, pois se sobrasse iria para o mato ou para os porcos. Agora, com os conhecimentos adquiridos no curso, posso dizer que sou um verdadeiro produtor. Aprendi a fazer vários tipos de queijo: queijo minas, queijo fantasia (temperado), queijo com goiabada, com calabresa, queijo coalho, pasteurizado, queijo muçarela crua, muçarela pasteurizada, requeijão, iogurte e bebidas lácteas”, disse ele.