fórum internacional de negócios

“O governo não vai atrapalhar quem quer investir no Acre”, garante Gladson a empresários

O Acre sedia entre os dias 10 a 14 de março, o Fórum Internacional de Negócios da Amazônia e a 92ª Assembleia Geral Ordinária da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje). Realizado pela primeira vez, o evento pretende reunir 200 jovens empresários de mais de 20 países e de todas as unidades federativas do país.

Com apoio do Governo do Estado, o congresso focará nas potencialidades comerciais da região amazônica. No caso específico do Acre, será dada ênfase para a posição geográfica estratégica. Em especial, da proximidade com o oceano Pacífico e um gigantesco mercado consumidor de 25 milhões de consumidores nos países andinos.

Governador reunido com empresários e representantes de instituições públicas para debater sobre o Fórum Internacional de Negócios da Amazônia Foto: Diego Gurgel/Secom

Nesta terça-feira, 10, empresários, representantes do governo e de outras instituições estiveram reunidos na sede do Sebrae para debater sobre o fórum. Presente no encontro, o governador Gladson Cameli ressaltou que o Acre vive um novo período de sua história. Baseado no desenvolvimento econômico e social, o chefe do Executivo garantiu que o governo não atrapalhará mais empreendedores interessados em investir e contribuir com o progresso do estado.

“Estamos prontos, preparados e de braços abertos para receber quem queira investir em nosso estado. Esta é uma forma de movimentarmos e economia e chamar a atenção dos jovens empresários. Estamos em uma localização estratégia do ponto de vista comercial, de frente para o oceano Pacífico. O nosso governo vai receber muito bem quem quer investir aqui porque o nosso objetivo é aquecer a economia”, pontuou Cameli.

Gladson afirmou que burocracia estatal não atrapalhará empreendedores interessados em investir no Acre Foto: Diego Gurgel/Secom

Gladson deixou claro que o envolvimento da iniciativa privada é fundamental para a guinada da economia acreana. Segundo ele, o Estado está focado em oferecer melhores condições de infraestrutura e atender os anseios da população.

“O Estado tem que acabar com a burocracia e não tem que se meter onde não faz parte de seu papel constitucional. Um exemplo disso é a empresa Peixes da Amazônia. Temos que passar 100% destas empresas para a iniciativa privada. Para quem tem interesse, esta é uma excelente oportunidade para que possamos gerar muitos empregos”, argumentou.

Daniel Ribeiro é coordenador do evento e presidente da Associação dos Jovens Empreendedores do Acre (Ajeac). Para ele, a realização deste evento é uma excelente oportunidade de divulgar as potencialidades comercias da região amazônica. Na oportunidade, aproveitou para conclamar a participação da sociedade em geral.

Daniel Ribeiro é o coordenador local do Fórum Internacional de Negócios da Amazônia e a 92ª Assembleia Geral Ordinária da Confederação Nacional dos Jovens Empresários Foto: Diego Gurgel/Secom

“Este fórum vai estar discutindo as mais diversas oportunidades de negócios na região amazônica para que tenhamos uma facilidade tributária dentro do nosso estado e de toda a Amazônia. Por isso, é muito importante que as pessoas participem do fórum e também teremos uma feira de negócios, que é aberta ao público e inicia nesta quarta-feira, às nove horas da manhã, com diversas empresas fazendo a demonstração de produtos de alta tecnologia”, declarou.

O evento será realizado na sede do Sebrae, em Rio Branco. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no endereço eletrônico: dnek.com.br/agoconaje