“Novos Rumos” mobiliza comunidade para ações sustentáveis

Seminário de compartilhamento para assinatura do termo de adesão pelos parceiros (Foto: Diego Gurgel/Secom)
Seminário de compartilhamento para assinatura do termo de adesão pelos parceiros (Foto: Diego Gurgel/Secom)

O projeto “Rumos ao Novo Eldorado: Uma Experiência de Desenvolvimento Integrado e Sustentável no Acre” vai beneficiar cerca de cinco mil pessoas, residentes no Residencial Eldorado, Novo Eldorado I e II, do bairro São Francisco, localizado na terceira regional  de Rio Branco. Nesta quarta-feira, 12, foi realizado um seminário de compartilhamento com os parceiros a fim de realizar as assinaturas do termo de adesão e consolidar as metas para o desenvolvimento do empreendedorismo sustentável na comunidade.

O projeto é apoiado pela Caixa Econômica Federal, por meio do Fundo Socioambiental (FSA) e executado pela Ciranda – Cultura, Comunicação e Meio Ambiente. Está previsto  no cronograma a implantação de um núcleo itinerante na configuração de uma lona de circo e também núcleos de produção e serviços comunitários, pesquisa social e capacitações.

A responsável pelo projeto, Alcinethe Damasceno ressalta: “Existem dez projetos como esse no Brasil, que são desenvolvidos nos locais contemplados pelo “Minha Casa, Minha Vida” e agora vamos iniciar no Acre. O estímulo de processos criativos é um desafio e estamos satisfeitos de ter um projeto desse porte no Estado”.

O representante da juventude, Evilásio Sales afirma que o projeto vem em boa hora: “Estamos animados, porque vai beneficiar nossos amigos, pessoas que estão desempregadas e movimentar nosso bairro. Educação ambiental, comunicação popular, arte e trabalho são meios para promover a integração social, resultados que já começam a ser colhidos nas ações iniciais desse trabalho”.

A Secretaria de Estado de Pequenos Negócios também assinou o termo de adesão na solenidade. Está previsto a implantação de uma fábrica de vassoura com garrafa pet e cursos desenvolvidos pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). As ações vão promover a economia local, estimulando  a participação ativa da comunidade e o protagonismo juvenil. São parceiros também:  Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), Secretarias Municipal de Meio Ambiente, Juventude,  Desenvolvimento e Gestão Urbana, da Mulher e de Economia Solidária, além do Serviço Social da Indústria (SESI) e Indústria de Plásticos (Plasacre).