Nova Escola Samuel Barreira é entregue à comunidade

Os mais de 300 alunos e a comunidade da Escola Estadual de Ensino Fundamental Samuel Barreira, na capital, receberam entusiasmados a escola, que passou por uma reforma estrutural. “Não foi bem uma reforma, foi uma reconstrução mesmo. A escola está totalmente diferente. Está linda”, celebrou a diretora interina Edna Frutuoso dos Santos.

A solenidade que marcou a entrega foi realizada nesta segunda-feira, 18, com  a participação da comunidade, coordenadores e diretores das secretarias municipal e estadual de Educação e Esporte.

A obra contemplou a execução de cobertura nova, novas redes elétrica, de lógica e telefone, hidráulica, sanitária, de prevenção contra incêndio e pânico e de drenagem pluvial, adequando-se às normas vigentes.

Também foi feita a adequação dos espaços internos às normas de acessibilidade para portadores de necessidades especiais. A obra, fiscalizada pela  Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras Públicas (Seop), custou R$ 1.227.567,10. Além da reconstrução das salas de aulas, que atendem alunos do 1º ao 5º ano,  foram feitas duas novas, além de outros espaços que asseguram melhores condições de trabalho.

Aliados à qualidade do ensino e valorização profissional, a reestruturação da rede compõe a política de estado de investimento em educação. Hoje, mais de 40 escolas regulares,  rurais e indígenas estão sendo reformadas, lembrou o secretário de Estado de Educação e Esporte, Marco Brandão. “Nosso intuito é entregar escolas adequadas, adaptadas às necessidades específicas e que recebam bem os alunos e a comunidade escolar”, destacou.