investimentos

No Juruá, Saúde retoma cirurgias eletivas e redução da demanda reprimida chega a 30%

O direito de viver com saúde e dignidade foi garantido pelo governo do Acre à cruzeirense Cleo Melo Lima, de 37 anos. Há dois anos e meio a jovem aguardava pela cirurgia de retirada do mioma, um tumor uterino que lhe impossibilitava de realizar o sonho de ser mãe. Antes de entrar à sala de cirurgia, Cleo Lima relatou: “Estou muito feliz. Sofri muito com incômodos e dores, mas agora só tenho a agradecer porque sei que terei uma vida normal”.

Cirurgias eletivas retomam no Juruá. Foto: Marcos Santos/Secom

Minutos depois de realizar o procedimento de retirada do útero, dona Ruth Silva de Oliveira se disse muito feliz por acabar com dez anos de sofrimento causado por dores e muito sangramento. “Estou muito bem, graças a Deus. Só tenho a agradecer”, externou.

Mensalmente, serão realizados cerca de 30 procedimentos em curetagem, retirada de útero e miomectomia. Foto: Marcos Santos/Secom

Com a retomada das cirurgias eletivas na região, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) programa efetivar uma média de trinta procedimentos mensais. A celeridade na disponibilização do serviço possibilita ao Estado avançar na redução da demanda reprimida, que já atingiu a marca de 30% desde do início da atual gestão. O dado é referente ao levantamento feito pelo Hospital da Mulher e da Criança do Juruá (HMCJ), local onde são realizadas as cirurgias.

Governo reduz em 30% a demanda reprimida de cirurgias eletivas na região do Juruá. Foto: Marcos Santos/Secom

Diane Carvalho, coordenadora interina da Sesacre no Juruá, reafirmou o compromisso do governo de zerar a fila de espera até o fim deste ano. “O nosso governo já realizou mais de 130 procedimentos na região e a nossa intenção é manter o serviço em funcionamento, para que sejam atendidas todas as necessidades da demanda reprimida. O nosso sentimento é de dever cumprido e gratidão aos que executam com excelência essa ação”, ponderou.

“O nosso sentimento é de dever cumprido e gratidão aos que executam com excelência essa ação”, ponderou a coordenadora interina da Sesacre no Juruá. Foto: Marcos Santos/Secom

Cerca de R$ 1 milhão foi investido pelo governo na aquisição de equipamentos cirúrgicos para as unidades de saúde do Acre, e parte deles já está servindo a população e ajudando as equipes médicas da maternidade a realizarem com competência cada cirurgia.