Museu da Borracha realiza campanha para arrecadação de objetos históricos

Objetivo é ampliar o acervo e manter viva a história dos seringueiros no Acre

museu_borracha_3.jpg
museu_borracha_4.jpg

Museu da Borracha recebe artigos que pertenceram a seringueiros acreanos para ampliar acervo (Foto: Arquivo/Secom)

Com o objetivo de valorizar, resgatar e manter viva a história dos seringueiros no Acre, o Museu da Borracha realiza uma campanha para arrecadação de objetos históricos sobre o ciclo da borracha a fim de enriquecer o acervo histórico do espaço. Com as doações, a direção do museu espera oferecer mais informações históricas para os visitantes e pesquisadores.

Podem ser doados acervo de objetos pessoais de ex-seringueiros e seringalistas, ferramentas de trabalho, utensílios domésticos, peças de vestuário, quadros com fotos dos soldados da borracha, peças sacras, móveis e objetos cerâmicos, materiais que eram usados no corte da seringa, documentos, balança de pesar a borracha e outros.

"O Museu da Borracha não possui hoje um acervo tão rico de objetos históricos como gostaríamos de apresentar, e é justamente para melhorar nosso conteúdo que estamos pedindo essas doações de objetos que fizeram parte da vida dos seringueiros", afirma Simone Prado, coordenadora do museu.

As doações podem ser feitas diretamente no Museu da Borracha, na Avenida Ceará 1441, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, e aos sábados e domingos, das 16 às 21 horas, ou solicitar pelo telefone para que busquem na residência do doador. Os objetos podem ainda ser entregues na Rádio Difusora Acreana.

A peça também poderá ser emprestada, sob total responsabilidade do museu. O dono receberá um documento chamado Regime de Comodato, que garantirá a segurança do objeto enquanto emprestado. Os documentos históricos e fotos podem ser duplicados e devolvidos aos proprietários.

Para mais informações os contatos são:
Museu da Borracha (68) 3223 – 1202
Patrimônio Histórico 3223 – 7717 ou (68) 3222 – 7269
museu.sem@ac.gov.br