Ministério garante ampliação de ações tecnológicas e inclusivas para o Acre

Eron Bezerra destacou que o Acre é um estado que tem superado desafios (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Eron Bezerra destacou que o Acre é um estado que tem superado desafios (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O secretário Nacional de Ciência e Tecnologia, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Eronildo Bezerra, cumpriu agenda no Acre nesta sexta-feira, 12. Eron Bezerra trouxe investimentos de R$ 2,4 milhões para a construção, no Estado, do Centro de Vocação Tecnológica do Bambu (CVT Bambu). Recebido na Casa Civil pelo governador Tião Viana, o secretário tratou ainda da extensão de outros projetos tecnológicos e inclusivos para o Acre. A assessora ministerial, Perpétua Almeida, participou da agenda.

“Eu fiz questão de vir ao Acre, não só por se tratar da entrega de um projeto importante para o Estado, mas mostrar aos nossos parceiros aqui o conjunto de oportunidades que existem dentro do MCTI para que o Acre possa avançar rumo ao desenvolvimento social, econômico, tecnológico e inclusivo”, disse o secretário.

No Acre, estima-se que 6
Acre recebeu investimentos de R$ 2,4 milhões para a construção do Centro de Vocação Tecnológica do Bambu (Foto: Internet)

Segundo Eron Bezerra, a Secretaria Nacional de Ciência e Tecnologia para a Inclusão Social trabalha quatro eixos específicos de desenvolvimento, os quais o Acre está incluso para receber as ações em seus 22 municípios. Entre eles constam projetos na área de difusão que vai desde o apoio a museus, feiras, eventos científicos à promoção da semana nacional de ciência e tecnologia, a qual o estado já promove.

“Nós aumentamos o recurso do Acre, pois este é um Estado que cumpre seu papel à frente dos demais. A semana de ciência e tecnologia já chegou aos seus 22 munícipios”, contou Bezerra.

O secretário destacou ainda, o desenvolvimento de pesquisas sociais e de assistividade, e a inclusão digital para implantação de telecentros e cidades digitais. Centros vocacionais com o CVT Bambu e parques de ciência e tecnologia para inclusão social irão favorecer os arranjos produtivos locais.

Tião Viana agradeceu o apoio ministerial e externou sua gratidão à Bezerra. “O Eron é um grande amigo do Acre. Fica a nossa gratidão pela pessoa que representa a luta pelo desenvolvimento da Amazônia”, disse o governador.

Acre supera desafios

O secretário destacou ainda, que o Acre é um estado que tem superado desafios. “Eu tenho muito interesse em colaborar com o govenador Tião Viana. O atual governo tirou o estado das paginas policiais e o inseriu na página política, econômica e social de forma positiva. Isso precisa ser reconhecido, valorizado e estimulado”, disse Bezerra.

Perpétua Almeida disse que a proposta da presidente Dilma Rousseff é inovar em tecnologia e ciência nos estados da Amazônia. “Nós precisamos incluir o Acre e outros estados da Amazônia para usarmos nossas riquezas com sabedoria, de modo que venhamos a nos beneficiar e avançar no desenvolvimento da região”, defendeu a assessora.