Instituto de Traumatologia e Ortopedia tem arquitetura sustentável

Detalhes estruturais adaptam ao o prédio ao meio ambiente (Foto: Felipe Freire/Seop)
Detalhes estruturais adaptam o prédio ao meio ambiente (Foto: Felipe Freire/Seop)

Com 85% do projeto edificado, o Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into/AC)  segue em obras. O edifício foi concebido com arquitetura sustentável, unindo tecnologias e conceitos bioclimáticos. O quarto maior hospital acreano, com 12 mil metros quadrados de área construída, continua em ritmo de finalização.

“Aqui no Estado vamos ter uma unidade ideal instalada e com a arquitetura que possui a assinatura da equipe de João Figueiras Lima, um ícone modernista da geração de [Oscar] Niemeyer. O Into possui os mesmos conceitos do Sarah Kubitschek, que é o hospital-referência em ortopedia no país”, afirma o secretário de Estado de Infraestrutura e Obras Públicas, Leonardo Neder.

O subsolo é composto por três quilômetros de galerias técnicas de manutenção, uma inovação que qualifica a logística empregada, pois todas as manutenções necessárias podem ser realizadas independentemente do funcionamento do hospital. Reduzindo fluxo interno e risco de contaminações.

“Não é preciso interromper qualquer procedimento para manutenção dos sistemas de gás, oxigênio, elétrico e todas as demais redes que completam o funcionamento estrutural”, explica Neder.

O projeto é otimizado com conceitos de bioclimática, que proporcionam conforto térmico e aproveitamento da iluminação natural. O sistema ameniza sensações térmicas, e em dias quentes pode reduzi-las em até três graus, devido ao arejamento.