Implantação da Comissão Intersetorial de Saúde é tema de reunião

A Cist articula políticas e programas para a saúde do trabalhador (Foto: Junior Aguiar/Sesacre)
A Cist articula políticas e programas para a saúde do trabalhador (Foto: Junior Aguiar/Sesacre)

O Conselho Estadual de Saúde (CES) realizou na manhã desta terça-feira, 28, um encontro com representantes da Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador (Cist) nacional, do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e de outras categorias organizadas que atuam na saúde e segurança do trabalhador, para discutir a implantação da Cist estadual.

A Cist é estabelecida pela Lei Orgânica de Saúde 8.080/90, subordinada ao Conselho Nacional de Saúde (CNS), e tem a finalidade de articular políticas e programas de interesse para a saúde, cuja execução envolva áreas não abrangidas no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

“A Comissão funcionará com um instrumento para assessorar o CES no acompanhamento dos temas relativos à saúde do trabalhador, independentemente de serem servidores públicos ou do setor privado ou informais”, disse o coordenador da Cist nacional, Geordecy Menezes.

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da Sesacre, Marize Lucena, a implantação da Comissão virá para contribuir com a criação de um plano de ação para atuar na saúde do trabalhador.

A coordenadora de atenção à saúde do Instituto Federal do Acre (Ifac), Elainy Loiola, participou do encontro. “Conhecer novas políticas e ter base na legislação para poder melhorar cada vez mais a assistência ao trabalhador é muito importante, por isso nós fizemos questão de responder ao convite do CES e participar dessa reunião”.

“A criação da comissão estadual é uma necessidade para o estado, para que a política de saúde do trabalhador possa realmente se desenvolver no estado. Para isso contamos com o apoio das centrais sindicais e demais categorias que atuam na causa”, disse o presidente do CES, Elenilson Souza.