Idaf inicia desinfecção que garante a saúde dos animais durante Expoacre

Servidor do Idaf aplica produto para eliminar vírus, bactérias e fungos que garante a saúde dos animais durante Expoacre (Foto: Leônidas Badaró/Secom)
Servidor do Idaf aplica produto para eliminar vírus, bactérias e fungos que garante a saúde dos animais durante Expoacre (Foto: Leônidas Badaró/Secom)

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf) deu início na manhã desta terça-feira, 21, ao processo de desinfecção das baias e demais locais onde ficarão os animais durante a Expoacre 2015.

Todos os anos, uma das principais atrações da feira são os animais. Sejam os que ficam expostos para visitação ao público, os que são comercializados durantes os leilões ou os que são usados durante o rodeio e provas equestres, responsáveis por reunir milhares de pessoas entusiastas do esporte.

Como são animais oriundos de diversas propriedades e até de fora do estado, o Idaf realiza, para garantir a saúde dos animais, um processo de desinfecção no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco.

Um produto é passado nas baias para eliminar todos os fungos, vírus e bactérias que tenham no local. Desde segunda-feira, 20, que o Parque de Exposições está interditado para a entrada de animais. Depois da aplicação do produto, são 72 horas sem a presença de animais. O processo é chamado de vazio sanitário.

Segundo Marcos Pereira, gerente regional do Idaf, o processo é importante para garantir a saúde dos animais. “Essa é uma maneira técnica para proteger os animais de possíveis doenças que estejam alojadas nesses galpões. A gente passa esse produto e o ambiente fica limpo e livre de qualquer doença”, afirma.

A Expoacre 2015 começa no próximo sábado, 25, e termina no dia 2 de agosto.