Horta muda renda de produtora rural em Marechal Thaumaturgo

Tião Viana visitou o plantio de hortaliças da produtora rural em Marechal Thaumaturgo (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Tião Viana visitou o plantio de hortaliças da produtora rural em Marechal Thaumaturgo (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Descer o Rio Amônia é o caminho mais rápido para chegar ao sítio da produtora rural Carmelita Torres, em Marechal Thaumaturgo. Aos 57 anos de idade, a ex-servidora pública recebeu nesta mês a visita do governador Tião Viana, que foi acompanhar de perto o desenvolvimento de plantios, de tanques de piscicultura e a estufa de vegetação e produção de hortaliças que tem garantido o abastecimento de boa parte da cidade.

“Isso é fruto de um trabalho do governo que começou há quatro anos, nos 22 municípios do Acre”, destaca Tião Viana. Todos os produtores rurais da região recebem assistência técnica do governo, por meio da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Acre (Emater/AC).

A produção de hortaliças da dona Carmelita tem garantido o abastecimento de boa parte da cidade (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
A produção de hortaliças de Carmelita tem garantido o abastecimento de boa parte da cidade (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Com entusiasmo, Carmelita apresentou o trabalho que lhe garante uma nova alternativa de renda e se agrega, ainda, aos resultados da rentabilidade na piscicultura e outras plantações que desenvolve com a ajuda do marido José Bezerra.

“Era servidora pública. Deixei meu cargo para trabalhar nisso e estou vendo muito resultado. Antes tinha um horário para cumprir, agora sou eu quem faço meu horário. Minha renda é maior, e ainda resta tempo para eu cuidar das atividades domésticas”, explica a produtora.

O presidente da Emater/AC, Idésio Franke, contou que a assistência técnica rural tem possibilitado o avanço na concessão do crédito via instituições financeiras, a partir do financiamento para os produtores rurais.

“Para isso, estamos nos reunindo com sindicatos, associações e os assentados, para elaborar diversos projetos relacionados ao crédito. Essa mesma ação será feita em Porto Walter, Mâncio Lima, Rodrigues Alves e Cruzeiro do Sul”, conta o gestor.