doe sangue, doe vida

Hemoacre celebra Dia Nacional do Doador com tema Eu Sou o Artilheiro da Vida

“Eu fico emocionada em saber que estou ajudando a salvar quatro vidas. Sempre doo sangue, pois a primeira vez que doei me senti tão feliz, fui muito bem atendida. Desde então, de quatro em quatro meses realizo minha doação. Ainda incentivo outras pessoas a doarem. Já trouxe três primas comigo”, relatou a doadora de 47 anos, Antônia Soarez de Azevedo.

A voluntária de 47 anos, Antônia Soarez de Azevedo, diz que se emociona ao saber que ajuda a salvar até quatro vidas. Foto: Cássia Veras/Sesacre

Com o tema Eu Sou o Artilheiro da Vida, em alusão à Copa do Mundo de 2022, o Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemoacre) celebra, nesta sexta-feira, 25, o Dia Nacional do Doador. Embalados pela Banda de Música da Polícia Militar do Acre, os visitantes tiveram  um café da manhã especial preparado pela unidade, além do sorteio de brindes e avaliação oftalmológica.

A gerente-geral do Hemoacre, Josiane Amorim, agradeceu aos doadores que ajudam na manutenção dos serviços de saúde do Estado. “Nós não podemos deixar de agradecer a cada doador pelo tempo e dedicação com a nossa causa.  Aproveitamos para convidar as pessoas que ainda não são doadoras, que venham ao hemocentro realizar sua doação e ajudar a salvar a vida de alguém”, disse.

Dia Nacional do Doador é celebrado nesta sexta-feira, 25. Foto: Cássia Veras/Sesacre

Durante toda a semana, a unidade realizou uma ampla programação, com o objetivo de homenagear os doadores e conscientizar a população sobre a importância da doação. Na última quarta-feira, 23, a equipe do Hemoacre realizou a entrega de kits personalizados aos doadores de plaquetas por aférese.

“Diferentemente do tradicional, o doador de plaquetas por aférese faz um procedimento que demora em média uma hora e meia para ser concluído.  Vale salientar que esse método é mais eficaz, principalmente para pacientes oncológicos ou com covid-19, por exemplo, pois uma doação dessas equivale a nove frações de plaquetas. Na doação tradicional seriam necessários, no mínimo, oito voluntários para alcançar a mesma quantidade de plaquetas”, explicou a gerente.

A gerente-geral do Hemoacre, Josiane Amorim, explicou a importância do doador de plaquetas por aférese. Foto: Cássia Veras/Sesacre

No dia 3 de dezembro será realizada a Corrida do Doador de Sangue, a partir das 6 horas, no Parque Ipê, encerrando a programação alusiva ao Dia Nacional do Doador. As inscrições serão feitas de 21 de novembro a 2 de dezembro, no Hemoacre, gratuitamente para os 50 primeiros doadores de sangue. Para os demais, o valor da inscrição é R$ 40,00.