reforma predial

Governo realiza vistorias nos hospitais de Tarauacá e Feijó

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), realizou nesta quinta-feira, 21, as inspeções nas estruturas dos hospitais gerais de Tarauacá e de Feijó. A unidade tarauacaense receberá obras de ampliação em breve, enquanto a feijoense já passa por reforma. As intervenções ocorrem em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

Equipe de engenheiros da Seop fiscaliza estruturas hospitalares da Regional Envira/Tarauacá. Foto: Luy Andriel/Seop

De acordo com o fiscal de obras da Seop, Ewerton Santos, a fiscalização no Hospital Dr. Sansão Gomes, em Tarauacá, ocorre antes do início das obras para que sejam analisadas as condições estruturais da unidade.

“Realizamos essa visita antes da obra de ampliação para averiguarmos a situação em que se encontra o hospital para atender às demandas”, ressaltou o engenheiro.

Seop acompanhou a demolição de algumas paredes e o começo dos trabalhos de escavação onde serão erguidas as novas paredes que delimitam os novos ambientes. Foto: Luy Andriel/Seop

O gerente-geral do Hospital Dr. Sansão Gomes, Francisco Sampaio, enfatizou que as perspectivas são positivas para que a unidade atenda à demanda do município e de cidades vizinhas.

“Para a população, melhora o serviço de assistência com uma estrutura digna aos pacientes. Os servidores terão banheiro e cozinha adequados, e todo o ambiente vai apresentar qualidade enquanto estrutura física”, frisou.

Obras nos hospitais do estado melhoram o atendimento à população. Ações desenvolvem as cidades e garantem milhares de empregos na construção civil. Foto: Luy Andriel/Seop

No Hospital Geral de Feijó, o fiscal Ewerton Santos afirmou que as obras estão a todo vapor. “Foram iniciados os serviços de reforma da ala administrativa. Iniciamos as ações para as substituições de forros, janelas, portas e pisos, além das instalações de novos equipamentos elétricos e adequações dos espaços”, informou.

O diretor-geral dessa unidade relatou que é a primeira vez que o hospital passa por uma intervenção desta envergadura. “É um momento histórico tanto para a população quanto para os funcionários. O prédio tem mais de 40 anos e, com esta reforma, poderemos oferecer maior qualidade nos serviços”, comemorou.