Proteção

Governo leva campanha de proteção à mulher para secretarias e busca apoio dos homens

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM) tem realizado durante todo o mês de agosto a campanha “Nenhuma mulher a menos, um homem a mais pra apoiar”. 

Secretária Ana Paula Lima fez entrega simbólica de máscara ao secretário da Casa Civil, Ribamar Trindade Foto: Sergio Ronney/Secom

E a partir desta terça-feira, 11, representantes da SEASDHM passarão por todas as secretarias da capital distribuindo máscaras de proteção e conscientizando mulheres para entenderem seus direitos, além dos homens para apoiar a campanha.

A ação tem a finalidade de combater e enfrentar a violência doméstica, familiar e o feminicídio, atuando principalmente na divulgação dos canais de denúncia, como o Ligue 180 e o 190. A divulgação tem a intenção também de alcançar tanto as mulheres vítimas de violência quanto pessoas próximas das vítimas, a fim de estimular a denúncia, daí a importância de também conscientizar os homens.

A titular da SEASDHM, Ana Paula Lima, realizou a entrega simbólica de uma das máscaras para o secretário da Casa Civil, José Ribamar Trindade, e aproveitou para falar da importância da ação tendo em vista o aumento da violência contra a mulher no período do isolamento social devido à pandemia de Covid-19. 

“Essa ação faz parte da alusão aos 14 anos da Lei Maria da Penha e é uma campanha para fortalecer o projeto Juntos Por Elas. Estamos levando essa conscientização a todas as secretarias, que é muito importante no momento em que vemos o aumento dos índices de violência”, conta a secretária. 

Campanha chega num momento em que a violência contra a mulher dispara no Acre Foto: Sergio Ronney/Secom

Segundo dados da Central de Atendimento à Mulher, o Acre é o estado com menos registros de denúncias de violência contra a mulher pelo Ligue 180, além de ter a maior taxa de feminicídio do país. A diretoria de Políticas para as Mulheres da SEASDHM disponibiliza atendimento psicológico online, por meio dos canais de atendimento,  (68) 99247-7989 e e-mail: diretoria.mulheres.ac@gmail.com.

Todo o projeto conta ainda com o apoio da Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE-AC), Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), Ministério Público do Acre (MPAC) e Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Acre (OAB-AC), além de um importante trabalho desempenhado pela primeira-dama do Estado, Ana Paula Cameli.