parceria

Governo investe em Programa de Aquisição de Alimentos e beneficia produtores rurais e entidades do Vale do Juruá

“A boa-nova para o Vale do Juruá é um programa que beneficia 82 produtores rurais, com a compra de seus produtos pelo governo estadual, para serem repassados a entidades da região. Neste momento de pandemia, a renda que o programa gera é crucial para que os trabalhadores possam manter o sustento de suas famílias”. Essas são as palavras do diretor da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa) em Cruzeiro do Sul, Marcos Souza, ao tratar, na manhã desta terça-feira, 13, da entrega de alimentos a entidades filantrópicas e assistenciais da região, realizada na Companhia de Armazéns e Entrepostos do Acre (Cageacre).

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma parceria entre os governos estadual e federal, que, somente neste ano, já investiu cerca de R$ 125 mil na agricultura da região e levou assistência para 20 entidades que atuam no Vale do Juruá.

Equipe que coordena o Programa de Aquisição de Alimentos em Cruzeiro do Sul. Foto: cedida

O PAA determina que o Estado adquira os itens no valor de R$ 2 mil por produtor, no prazo de oito semanas seguidas. “São produtos como banana, mandioca, farinha, goma, massa fina de mandioca, laranja, limão, couve, cebola e pimentão, originários de propriedades rurais. Após a colheita das hortaliças, realizamos a distribuição nas gôndolas e, depois, as entidades que fazem parte do programa vêm até a Cageacre e recebem os alimentos”, detalha o diretor.

A Fundação Meninos de Jesus de Nazaré, que é uma das beneficiadas do programa, vem realizando um trabalho de assistência a jovens deficientes e familiares, para propiciar o protagonismo dessas pessoas em seu meio social.

Governo beneficia, com a compra e doação de alimentos, mais de 80 famílias de agricultores e 20 entidades que prestam serviços sociais no Juruá. Foto: cedida

“Diante do contexto econômico e social que estamos vivendo, essa doação é de suma importância para a instituição, que ajuda 140 famílias em Cruzeiro do Sul, Vila Santa Rosa, Mâncio Lima e Guajará (AM). Quero agradecer de coração a parceria do governo, pois está auxiliando crianças e famílias carentes dessas regiões”, relata Mágila Caetano, presidente da entidade.

Para o presidente da Associação de Pais e Amigos de Dependentes Químicos (Apadeq), Raimundo Santos, essa é a primeira vez que o órgão firma parceria com governos e que é cumprida com contundência. “O acordo retrata a preocupação, a dedicação e zelo que o governo do Estado tem com a reinserção social dos menos favorecidos. Gladson Cameli está de parabéns em pensar projetos que possam abranger a todos, sobretudo os menos assistidos”, analisa.

Ação retrata o zelo de Gladson Cameli com os menos favorecidos, diz presidente da Apadeq de Cruzeiro do Sul. Foto: Marcos Santos/Secom

De acordo com a direção da Sepa, os hospitais, a UPA, o Centro Socioeducativo Juruá (ISE), a Apadeq, a Casa-Abrigo para Idosos e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) são as instituições priorizadas pelo programa, especialmente neste momento de pandemia.