Governo inaugura frigorífico de aves de Brasiléia nesta quarta, 2

Projeto é resultado dos investimentos do Pacto Agrário

 

frigorifico_de_avre_010708_1.jpg

O Governo do Acre inaugura nesta quarta-feira, 2, em Brasiléia, o Complexo Agroindustrial de Aves, projeto coordenado pela Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) em parceria com a Prefeitura de Brasiléia. O complexo é resultado do Pacto Agrário, O Pacto Agrário é o compromisso institucional de se investir substancialmente no desenvolvimento rural do Acre, utilizando-se de recursos obtidos através de emendas parlamentares e convênios com órgãos federais, estaduais e municipais.

As aves produzidas na cadeia produtiva do Complexo Agroindustrial de Brasiléia são criadas  no sistema intensivo, à base de ração balanceada. A meta é  abater quatro  mil aves por dia  nesta primeira fase, ou cerca de dez toneladas de carne diárias.  Os insumos da ração estão sendo produzidas no Acre.

Estão sendo implantados três pólos de criação de aves em Xapuri, Brasiléia e Epitaciolândia, envolvendo  135 famílias. A renda média familiar prevista é de R$800/mês.  O Programa de Avicultura do Alto Acre foi criado em 2004 com planejamento inicial de abate de 500 aves/dia para atender somente o mercado local. Em meados de 2005 foi redirecionado para atuar no mercado nacional e internacional, com previsão de abate entre três e quatro mil aves.

O mercado de frango congelado, tanto interno como externo, está em expansão. O consumo médio mensal de frango industrial congelado inteiro no Acre, foi de 516,5 toneladas entre janeiro e abril de 2004.  Esse número saltou para 610 toneladas em 2005 e 750 toneladas em 2006.