Para a Polícia Civil

Governo entrega novas viaturas para reforço da segurança pública em Rio Branco

A governadora em exercício Nazareth Araújo realizou na manhã desta quinta-feira, 28, a entrega simbólica de duas viaturas de um total de 20 que fazem parte de um reforço ao Sistema Integrado de Segurança Pública do Acre (Sisp).

As duas caminhonetes, no valor de R$ 240 mil, foram adquiridas através de convênios do Estado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e destacadas para a Polícia Civil.

Governadora em exercício durante visita à Polícia Civil (Foto: Sérgio Vale/Secom)

“É através das pessoas e dos equipamentos que fazemos o enfrentamento à violência. Precisamos cada vez mais nos unir no combate ao narcotráfico na nossa região de fronteira, lembrando que o governador Tião Viana está chamando todos os governadores do país para discutir esse tema por meio desses investimentos e dedicação dos profissionais para o combate aguerrido que é feito e manter a sensação de segurança da população”, conta a governadora.

O secretário de Estado de Polícia Civil aproveitou a entrega para fazer um reconhecimento dos reforços. “Governo do Estado está investindo muito na área de segurança pública. Essas novas viaturas fazem parte de uma série de novos avanços no Sistema Integrado de Segurança Pública e vamos transformar isso na melhoria dos serviços.”

Fortes investimentos

O governo do Estado tem feito grandes investimentos na Segurança Pública em 2017 e se esforçado na redução dos índices de criminalidade. Além do concurso público para a contratação de 250 novos policiais civis e 250 militares, será lançado um novo edital para os bombeiros.

Duas novas caminhonetes foram entregues para a Secretaria da Polícia Civil (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Também foi investido pesado no Sistema Penitenciário do Estado, com a ampliação de vagas e a recuperação das unidades prisionais, além de uma recente entrega de armamento de grosso calibre. Só em Senador Guiomard, a reforma, que já está em sua etapa final, criará 200 novas vagas no presídio local.

“Estamos verificando que os indicadores de criminalidade estão caindo. Precisamos avançar e continuar com as operações de maneira muito firme, para que possamos colocar todas as pessoas em conflito com a lei atrás das grades”, declarou o secretário de Estado de Segurança Pública, Emylson Farias.