Ensino Superior

Governo e Ufac formam novos professores no Alto Acre

No Alto Acre, o Parfor e o Proemat formaram 62 alunos (Foto: Eduardo Gomes/SEE)

Alegria e satisfação. Esse foi o clima que tomou conta de mais uma formatura das turmas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) e do Programa Especial para Formação de Professores de Matemática (Proemat), realizada em Epitaciolândia no último sábado, 27. O local, que tem capacidade para receber 500 pessoas, estava repleto de familiares e amigos dos 62 formandos.

A iniciativa só foi possível graças a uma parceria entre o governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação e Esporte (SEE), e a Universidade Federal do Acre (Ufac). Hoje os programas de formação estão presentes em 19 dos 22 municípios acreanos.

“Essas formações estão dentro de uma lógica iniciada na década de 1990, quando ficou estabelecido que precisávamos ter profissionais mais qualificados atuando nas salas de aula. Isso vem acontecendo de diversas maneiras, e a ideia é fortalecer a educação pública e de qualidade em todo o estado”, lembrou Marco Brandão, titular da SEE.

Os alunos de pedagogia iniciaram o curso superior em 2013 e estudavam durante os meses de férias das escolas rurais. Já os acadêmicos de matemática frequentaram as aulas no período habitual.

“Com os dois programas, a Ufac colabora para a formação de professores da rede básica. Um momento feliz para a universidade e que deve resultar na melhoria da qualidade do ensino nesta região do estado”, disse Guida Aquino, reitora da Ufac.

Os novos profissionais devem contribuir com a melhoria da qualidade da educação pública (Foto: Eduardo Gomes/SEE)

Os novos graduados

Robson Bispo é um dos formandos de matemática. O profissional, que já trabalha na área, é servidor da prefeitura de Brasileia e conta que a graduação foi um desafio que hoje pode ser comemorado.

“É uma grande felicidade concluir esta graduação e ser formado pela Ufac. Graças à parceria entre o governo e a universidade federal, estamos concretizando um sonho, o de ser professor. Assim como a maioria dos meus colegas, eu amo ensinar. O desafio agora é continuar me capacitando e buscar uma especialização e um mestrado”, afirmou Bispo.

Muitos dos estudantes matriculados no Parfor e Proemat já atuam nas escolas da rede pública. A previsão é de que 830 deles concluam a graduação ainda em 2018. Somente no Proemat, na parceria com a Ufac, o governo do Acre investe mais de R$ 5 milhões.

Suziane Vasconcelos conseguiu emprego na área no primeiro ano da faculdade. Segundo a agora professora, a experiência foi essencial para o seu bom desempenho durante a graduação. “Tanto tempo nessa batalha, trabalhando e estudando. Estou concluindo a graduação e há quatro anos estou na sala de aula. Meu sonho daqui para frente é continuar me especializando”, disse.