gefron

Governo e prefeitura de Epitaciolândia firmam parcerias para implementação de base integrada no Alto Acre

por Dulcineia Azevedo

Nesta quinta-feira, 1, o diretor de Operações da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp), coronel Ulysses Araújo, o coordenador do Grupo Especial de Fronteira do Acre (Gefron), coronel Antônio Teles, e o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, se reuniram para tratar de assuntos referentes ao policiamento de fronteira e sobre a implantação de uma base do Gefron no município para atuar em conformidade com as demais forças de segurança no combate à criminalidade.

A parceria foi firmada durante visita a região do Alto Acre ocorrida está semana Foto: Cedida.

Na oportunidade, as autoridades conversaram sobre o convênio a ser firmado entre a prefeitura e a Sejusp para a criação da base integrada. A iniciativa vem da necessidade de intensificar rapidez e clareza de informações para que o Gefron possa atuar, de forma mais específica, no combate ao contrabando, ao narcotráfico e na prevenção de outros tipos de crimes.

O programa Vigia, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, também foi pauta da conversa estratégica. Ficou estabelecido que as operações continuem sendo realizadas em conformidade com o efetivo das polícias Militar, Civil e de outros órgãos integrados a Sejusp, para que haja otimização e empenho do sistema no policiamento das fronteiras. Sobre isto, a Força Nacional também estará operando, em apoio ao Gefron, durante um período de 90 dias a partir da liberação do efetivo pelo Ministério, para que haja mais recursos de reforço no Alto Acre e no Vale do Juruá.

Para o coronel Ulysses Araújo, esforços não são medidos para que a população tenha a segurança necessária em território acreano. “A população toda ganha com esse termo de cooperação que envolvem meios, recursos e demandas a serem trazidas pra melhorar as questões da segurança do Alto Acre. Nisto, há o envolvimento do município de Epitaciolândia por meio do prefeito Sérgio Lopes, do governador Gladson Cameli e, logicamente, da coordenação pela Secretaria de Segurança Pública na pessoa do coronel Paulo Cezar”, pontuou.