ferramenta eletrônica

Governo demonstra interesse na implantação de ouvidoria virtual da Controladoria-Geral da União

Nesta terça-feira, 22, o governador Gladson Cameli e o superintendente da Controladoria-Geral da União no Acre, Osmar Nilo Bezerra, estiveram reunidos na sede do órgão federal, em Rio Branco, para fortalecer a parceria entre as instituições, em mais uma demonstração de transparência na gestão pública estadual.

Cameli aproveitou a oportunidade para defender a atuação dos órgãos de controle. De acordo com o chefe de Estado, o trabalho desempenhado pela CGU é de grande relevância à sociedade. Em sua fala, o gestor argumentou ainda que o governo do Estado tem como prioridade máxima a lisura em suas ações.

“A CGU é um exemplo a ser seguido. Um órgão sério, transparente e de grande importância para o país. A minha visita é para reafirmar o respeito que tenho por essa instituição e colocar o Estado à disposição para novas parcerias”, afirmou.

Governador Gladson Cameli demonstrou interesse na implantação de ouvidoria virtual desenvolvida pela Controladoria-Geral da União. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O governo do Acre tem atuado firmemente na prevenção e enfrentamento de práticas ilícitas. Destaque para a criação da Delegacia de Combate a Crimes de Corrupção (Deccor), importante mecanismo para investigar e identificar possíveis atos criminosos cometidos contra a administração pública.

Durante o encontro, foi debatida a implantação de uma ouvidoria virtual por parte governo acreano, para o recebimento reclamações, denúncias e elogios. A CGU possui o e-Ouv, ferramenta eletrônica própria que pode ser disponibilizada gratuitamente a instituições interessadas em fazer a adesão.

“Estamos na era digital. A pessoa tem acesso a tudo no seu telefone a qualquer hora e em tempo real. O governo tem a obrigação de acompanhar os avanços tecnológicos e essa ouvidoria vem para nos aproximar cada vez mais dos cidadãos a partir de um novo canal de comunicação”, observou o chefe do Executivo.

O sistema atende ao Código de Defesa dos Usuários de Serviços Públicos, não necessita da instalação de softwares, adapta-se a qualquer plataforma que o usuário tenha disponível para acessá-lo, possibilita o encaminhamento para outras esferas que não sejam de competência do Estado e permite diálogo com o cidadão, entre outras funcionalidades.

“Consideramos muito importante o interesse do governador Gladson Cameli na implantação da ouvidoria, que está estabelecida na lei 13.460 e determina a implantação de ouvidorias nos estados e municípios. A CGU está à disposição para colaborar na oferta de sistemas de informação e de treinamento, por meio dos nossos servidores”, declarou o superintendente Osmar Nilo.