parque nacional

Governo capacita base comunitária para o turismo na Serra do Divisor

Visando fortalecer o turismo de base comunitária, o governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (SEET), em parceria com o serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), realizou a segunda etapa de capacitações no Parque Nacional da Serra do Divisor.

Foram ministrados, em dois dias, os cursos Melhores Práticas Para o Turismo de Base Comunitária e Destinação de Resíduos Sólidos. Cerca de 50 pessoas da comunidade participaram.

A comunidade vem recebendo turistas do mundo inteiro. Foto: Alice Leão

Aldemir Silva, morador da Comunidade Pé da Serra e guia local, reforça que esses cursos são importantes para que a comunidade atenda e preste um serviço cada vez melhor para o turista.

Já o cacique Paulo Nukini garante que está trabalhando o que vem aprendendo nos cursos.

“Com relação ao lixo, observamos que o turista não gosta de encontrar sujeira na Serra. Então, já fazemos esse trabalho de recolher e levar para Mâncio Lima, onde ele terá o descarte adequado”, garante.

O secretário  de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas, reforça que essas capacitações são de extrema importância para esses grupos, que já estão recebendo turistas do mundo inteiro.

“O turismo já acontece na Serra do Divisor. Temos pousadas, guias, barqueiros e inúmeros atrativos que atraem cada vez mais pessoas. Porém, nosso papel enquanto gestores é ajudar essa comunidade a se estruturar cada vez mais e é isso que temos feito com essas capacitações e visitas técnicas. Nosso próximo passo será a sinalização turística do local”.

O secretário Jhon Douglas fez a entrega dos certificados dos cursos. Foto: Alice Leão

Os cursos foram financiados pelo Banco KFW, por meio do Programa REM (Programa Global REDD Early Movers), que é um incentivo financeiro de compensação, não reembolsável, por resultados em Redução de Emissões de Gases de Efeito Estufa Provenientes do Desmatamento e da Degradação Florestal (REDD+).

Foram parceiros da ação: Refrigerantes Cruzeirense, Água Minerale e Miragina.