Governo apoia prospecção de negócios de empresários franceses

Apresentação de potencias produtivos do Acre (Foto: Edna Medeiros/Secom)
Apresentação de potenciais produtivos do Acre (Foto: Edna Medeiros/Secom

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento, da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens) acompanhou empresários bolivianos para dialogar acerca de possibilidades de negociações no Acre. O atendimento tem o intuito de condicionar a ampliação do mercado e das cadeias produtivas locais.

“São empresários da França, que têm empreendimentos em Cobija, na Bolívia. Por meio do governo de Pando, eles nos pediram para conhecer o Acre a fim de analisar a viabilidade de importação de couro, madeira e outros investimentos”, afirma o diretor de segurança e cidadania de Pando, Pedro Villa.  O fomento ao desenvolvimento integrado, em ambos os lados da fronteira, reforça as boas relações políticas estabelecidas pelo Estado acreano.

O diretor de Comércio, Serviços e Integração Regional da Sedens, João Aníbal, fala sobre a articulação: “O governo atua na prospecção de novos negócios em várias frentes. Nosso objetivo é propiciar o melhor ambiente de negócios, que gere emprego e desenvolvimento e, consequentemente, qualidade de vida para o povo acreano”.

Assim, a conversa seguiu com a apresentação de Assuero Veronez, vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, e com José Carlos Reis, sobre o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Estado de Agropecuária do Acre (Seap). Por isso, a visita se encerrou com a ida à “Fazendinha”, projeto modelo desenvolvido no Parque de Exposições Marechal Castelo Branco.

Foi marcada ainda uma nova visita dos empresários para o mês de novembro, com o intuito de visualizar novos empreendimentos e recolher amostras de produtos.