integração

Governador participa da reunião do Comitê de Integração Fronteiriça Brasil/Peru

O governador Gladson Cameli participou na manhã desta terça-feira, 4, no Ministério das relações Exteriores (MRE) em Brasília, da terceira reunião do Comitê de Integração Fronteiriça Brasil/Peru, a convite do ministro João Marcelo Galvão, diretor do Departamento de Assuntos para a América do Sul do MRE.

Terceira reunião do Comitê de Integração Fronteiriça Brasil/Peru reuniu diversas autoridades Foto: Cedida

Participaram da reunião, além dos representantes dos diversos órgãos brasileiros envolvidos na questão fronteiriça, os representantes do Peru, embaixador Juan Del Campo, diretor de Desenvolvimento e Integração Fronteiriça; ministro Julio Sanchez Cornejo, subdiretor de Integração Fronteiriça e ministro Carlos Chocano, assessor especial da diretoria Sul-América.

Gladson Cameli apresentou em nome do povo acreano a vontade de um maior relacionamento com o país vizinho, Peru, como forma de desenvolvimento sociocultural e econômico. Cameli disse que antes o entrave era logístico, pois não havia estrada com condições de trafegabilidade. “Hoje temos uma estrada em perfeitas condições”, salientou.

Gladson Cameli apresentou em nome do povo acreano a vontade de um maior relacionamento com o país vizinho, Peru Foto: Cedida

O governador ainda ressaltou a importância, não só para a Região Norte, mas para todo o Brasil, de um corredor de importação/exportação multimodal pelo oceano Pacífico. O corredor, segundo Cameli, encurtará a distância para a Ásia, e, consequentemente, os custos operacionais de transporte.

O embaixador Juan Del Campo, diretor de Desenvolvimento e Integração Fronteiriça do Peru, disse que o momento é esse, da união de forças entre os governos do Brasil e Peru, tendo como agentes principais os estados do Acre e do Amazonas para que essa integração saia definitivamente do papel.

Juan renovou o convite para o governador Gladson Cameli participar do encontro de chanceleres e governadores, em Lima, no Peru, dia 31 de março, o que foi prontamente confirmado por Gladson.

Participaram ainda da reunião de hoje, representantes da Polícia Federal, Ministério do Desenvolvimento Regional, Ministério da Ciência e Tecnologia, Suframa, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Funai, Anatel, Ministério do Meio Ambiente, Ibama, Ministério da Saúde, Anvisa, Câmara dos Deputados, Ministério da Agricultura, Agência Nacional de Águas e o representante do Governo do Acre, Ricardo França.