A Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre) realizou na noite deste domingo, 16, a captação de um fígado para mais um procedimento cirúrgico de transplante hepático. O doador, de 19 anos, foi vítima de acidente vascular encefálico, com morte encefálica, e a família consentiu na doação do órgão.

Os procedimentos foram iniciados na noite de domingo, 16. Foto: cedida

A retirada do fígado se iniciou por volta das 23h30 de domingo, com término na madrugada desta segunda-feira. O transplante, iniciado pela manhã, eleva para 66 o número de procedimentos dessa espécie realizados na unidade, desde 2014.

O receptor, de 28 anos, e natural de Ipixuna (AM), é portador de cirrose hepática por vírus da hepatite B e D, e estava internado na Fundhacre desde sábado. A cirurgia segue em andamento e tem previsão de término por volta das 13h desta segunda-feira.

Após o procedimento, o paciente seguirá para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI)  da Fundhacre, para os cuidados de pós-transplante imediato. Foto: cedida

Para viabilizar o processo de captação e de transplantes, é necessária a integração e envolvimento de uma equipe multidisciplinar, incluindo profissionais da Organização de Procura de Órgãos, vinculada à Central Estadual de Transplantes, com a coordenação da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), que viabiliza a distribuição e logística para a chegada do órgão.

A cirurgia segue em andamento, com previsão de término para 13h. Foto: cedida

“Este é o quarto transplante do ano. É toda uma logística para execução da cirurgia e, para o início do procedimento, também contamos com o apoio da equipe do Hemoacre, que prontamente viabilizou os hemoderivados necessários”, salienta a coordenadora de transplantes, Valéria Monteiro.

Após o procedimento, o paciente seguirá para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI)  da Fundhacre, para os cuidados de pós-transplante imediato.