cultura

Fundação Elias Mansour planeja dividir recursos da Lei Aldir Blanc

A comissão de trabalhos da Lei Emergência Cultural Aldir Blanc, nomeada em julho deste ano pela Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), realizou na manhã desta sexta-feira, 28, um encontro para deliberar as diretrizes que nortearão a divisão do recurso no valor de R$ 16,4 milhões voltados para o fomento à cultura acreana durante o período de pandemia.

Coordenação discutiu a divisão dos recursos conforme os segmentos Foto: Cedida.

Recentemente, a comissão encerrou a fase de escutas dos segmentos, momento em que puderam ouvir quais são os anseios e ideias para a aplicação do recurso federal. O recurso alcançará todos os segmentos culturais e os trabalhadores de cultura.

“Estamos em uma nova fase, em que a comissão de viabilização da Lei no âmbito estadual discute a construção do plano de ação e divisão dos recursos que irão atender tanto os projetos de fomento quanto o auxílio emergencial dos trabalhadores. Este momento é primordial para que a FEM possa olhar com sensibilidade as propostas recebidas pelos segmentos durante as escutas”, destaca Simone Pessoa, coordenadora da comissão.