Assistência

Estado presta assistência a Cruzeiro do Sul após cheia do Rio Juruá

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM), descarregou nesta quarta-feira, 2, em Cruzeiro do Sul, dois caminhões de donativos que serão destinados às famílias afetadas pelo transbordamento do rio Juruá.

Aproximadamente 10,5 toneladas de alimentos foram entregues ao município. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Agradecemos ao governo do Estado por ter mobilizado toda essa equipe para auxiliar nosso município. Já temos mais de 400 pessoas instaladas em nossos abrigos e precisamos dar uma atenção especial para elas. A ajuda que está chegando será destinada também para os que tiveram de sair de suas casas para outros lugares, além dos abrigos”, agradeceu o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima.

Casas foram atingidas pelo transbordamento do rio Juruá. Foto: Pedro Devani/Secom

Aproximadamente 10,5 toneladas de alimentos foram entregues ao município, além de kits de higiene pessoal contendo sabonetes, álcool em gel e máscaras, kits de limpeza e colchões. A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) também enviou hipoclorito de sódio, para o tratamento da água.

Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Está chegando ainda hoje uma carga considerável de hipoclorito para o tratamento de água. Temos abrigos específicos para pessoas com covid-19 e equipes de saúde visitando diariamente cada unidade, além de visitar também as famílias ribeirinhas que ainda estão em suas casas”, destacou a secretária adjunta de Saúde, Muana Araújo.

Famílias que optaram por continuar em casa também estão recebendo assistência Foto: Pedro Devani/Secom

A equipe técnica do governo que está assessorando o município visitou as famílias ribeirinhas que ainda não saíram de suas casas, com o objetivo de acompanhar pessoalmente os serviços que estão sendo realizados.

A equipe técnica do governo que está assessorando o município visitou as famílias ribeirinhas. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Essa visita serviu para acompanharmos de perto a situação dessas famílias; como a água ainda não chegou dentro de suas casas, os moradores optaram por não sair. Porém o Estado e o Município estão trabalhando juntos para trazer serviços e atendimentos a essas pessoas”, ressaltou a titular da SEASDHM, Ana Paula Lima.

Sala de situação

Uma sala de situação foi estabelecida em Cruzeiro do Sul para acompanhar e criar estratégias para mitigar os efeitos da enchente do Rio Juruá. Todos os dias às 17 horas o grupo se reúne e apresenta os dados dos abrigos, nível do rio, número de pessoas desabrigadas e desalojadas.

Rio começou a estabilizar nas últimas horas Foto: Pedro Devani/Secom

“Estamos com uma grande equipe nas atividades de assistência às famílias. O rio estabilizou nas últimas horas, mas estamos de pronto atendimento para auxiliar essas pessoas”, enfatizou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista.