saúde privada

Estado, Ministério da Saúde e MP alinham estratégias de enfrentamento à Covid-19 com representantes de unidades particulares

Após reunião com os representantes da rede privada de saúde do Acre, ocorrida na noite da quarta-feira, 17, uma equipe do Ministério da Saúde (MS), Ministério Público do Acre (MPAC), junto com o secretário de Estado de Saúde e a equipe responsável pela logística e organização de leitos, oxigênio e estrutura para enfrentamento da Covid-19 na rede pública de saúde, estiveram em visita técnica nas unidades privadas de saúde do Acre nesta quinta-feira, 18, e sexta-feira, 19.

Durante a reunião, foram pontuadas questões sobre como a rede privada pode se organizar para atender aos seus conveniados e a quem bate à porta buscando atendimento médico, em meio à pandemia.

Reunião tratou sobre atendimento da rede privada durante a pandemia Foto: Taís Nascimento/Sesacre.

O MS, por meio da representante da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), que também atuam na crise de Manaus, colaboraram sobre estratégias que podem ser adotadas. A reunião e visita ocorreram a pedido do MPAC.

“Junto à Força Nacional do SUS e apoio do CONASS, tratamos a respeito da possibilidade e, sobretudo, da necessidade de a rede privada fazer uma movimentação capaz de também abranger a assistência aos usuários dos planos. Certamente o SUS é universal e não faz distinção de cidadão. No entanto, também cabe aos planos privados prestar toda assistência aos seus beneficiários. Diante disso, o MPAC trouxe algumas provocações a fim de que a rede privada traga algumas soluções possíveis e readequações”, explicou o promotor da Promotoria Especializada de Defesa da Saúde, Gláucio Oshiro.