apoio

Estado garante apoio para realização de exames laboratoriais em Porto Walter

Com o propósito de gerar impactos positivos à saúde da população acreana, a Comissão Intergestora Regional (CIR), que é diretamente ligada à Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), vem tomando decisões que garantem a melhoria e implantação de novos serviços na rede hospitalar de todo o estado.

Encontro firmou a parceira para realização dos exames em Porto Walter. Foto: cedida

No último encontro, realizado em novembro, a Sesacre firmou parceria com Porto Walter, que vem sendo materializada por meio de apoio à realização local de exames laboratoriais.

A titular da pasta, Paula Mariano, destaca a importância da parceria com os municípios, que têm representações nas regionais do Baixo Acre, do Alto Acre e do Juruá, Tarauacá e Envira. Na visão da gestora, os encontros vêm atingindo o objetivo de transformar em realidade as demandas de saúde da população.

Parceria garante realização de exames laboratoriais para Porto Walter; mais conquista das reuniões da CIR. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“São regiões que convivem com dificuldades impostas pelo isolamento. Mas acreditamos que a união nos ajuda a quebrar as barreiras e faz com que grandes benefícios cheguem à população. A garantia desses exames é um ganho para os portowaltenses”, comemorou.

Desde da última quarta-feira, 2, a Secretaria de Saúde de Porto Walter oferta 34 tipos de exames gratuitos, que têm suas análises feitas na Maternidade de Cruzeiro do Sul, todas custeadas pelo Estado.

Outras conquistas da CIR no Juruá

Graças ao incansável trabalho da gestão de Gladson Cameli no combate à pandemia de covid-19, a CIR retomou, em 2021, os encontros presenciais. Foram cinco edições marcadas por grandes conquistas para a saúde pública no Vale do Juruá.

Outra grande conquista da CIR é a implantação da telemedicina nos municípios. Foto: Marcos Santos/Secom

Entres os ganhos, destaque para o retomo dos exames de mamografia, a celeridade com entregas feitas pela Sesacre de insumos e vacinas aos municípios da regional, o avanço no tratamento da hepatite B, em Marechal Thaumaturgo, além da implantação da telemedicina nos municípios e a atualização do Plano de Ação da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.

A coordenadora regional da Sesacre, Catiana Rodrigues, enfatiza como as decisões da CIR têm operado positivamente no sistema de Saúde: “O governo fortalece a rede quando atribui valor às discussões dos gestores sobre políticas de saúde. Com esse diálogo, conseguimos definir serviços que há anos estavam inoperantes e pactuamos, em ata, medidas que obrigatoriamente devem ter continuidade em futuras gestões”.