Teatro Plácido de Castro reabre as portas com orquestra da Usina de Arte

Teatro Plácido de Castro está pronto para receber espetáculos de todos os tamanhos. (Foto: Gleilson Miranda)

Teatro Plácido de Castro está pronto para receber espetáculos de todos os tamanhos. (Foto: Gleilson Miranda)

O Teatro Plácido de Castro, mais conhecido como Teatrão, será reaberto, a partir das 20 horas desta terça-feira, 20, com o Museu Giramundo e a mini-ópera "A Lenda da Mulher do Jacaré", apresentada pelos alunos de Música, Teatro, Cinema e Artes Plásticas da Usina de Arte João Donato, sob o comando do maestro Roberto Bürguel, às 21 horas. O Museu e o espetáculo serão reapresentados nesta quarta-feira, 21, no mesmo horário.

Durante oito meses, o Teatrão recebeu obras de reforma estrutural. Os investimentos foram feitos pelo Governo do Estado na ordem de R$ 800 mil, destinados à melhoria dos camarins, substituição total da cobertura, recuperação do sistema de ar-condicionado central, troca do piso do palco e da platéia, do revestimento das poltronas e de cortinas e panos de cena.

Segundo o secretário de Obras Públicas e Habitação, Eduardo Vieira, com as instalações hidráulicas e elétricas restauradas, o Teatrão foi adequado para receber os portadores de necessidades especiais, com construção de rampas de acesso, adaptação de banheiros e instalação de um elevador especial de acesso à platéia.

Os painéis de marchetaria, característicos do Teatro, também foram restaurados pelo artista cruzeirense Maqueson Pereira da Silva. "Os sistemas de som e iluminação foram refeitos, com a instalação de equipamentos de alta tecnologia, como as novas caixas de som, amplificadores e varas de luz, além do novo sistema de projeção", comenta o secretário. Isso foi feito para oferecer melhor qualidade das apresentações às 507 pessoas que podem assistir a cada espetáculo no Teatrão.

"O Teatrão ajuda a fortalecer e a valorizar a produção artística local, além de ser o melhor teatro do estado, pronto para receber grandes espetáculos nacionais", ressaltou o presidente da Fundação Elias Mansour (FEM), Daniel Zen. A FEM é a instituição que coordena os teatros Plácido de Castro e Hélio Melo, Cine Teatro Recreio e Teatro dos Náuas de Cruzeiro do Sul.

Segundo o presidente da FEM, a novidade para a gestão dos teatros é a criação de um regimento interno, onde serão estabelecidos critérios democráticos para a abertura dos espaços à recepção de espetáculos, tanto locais, quanto nacionais. "Isso vai garantir, também, a qualidade do que é apresentado nos teatros coordenados pela FEM", destacou.   

"O investimento no Teatrão é uma vitória, é um investimento alto e importante, de estrutura. Muitos governos acham que isso não é importante, mas a dedicação a arte que o Governo do Estado está tendo representa a valorização da cultura. Os artistas de outros estados comentam que em muitos lugares não existe essa atenção que os teatros do Acre estão recebendo", comenta a diretora do teatro Plácido de Castro, Clarisse Baptista.

{xtypo_download}Veja as apresentações do Teatrão que acontecem até o próximo dia 1º de junho.{/xtypo_download}

Serviço
Teatro Plácido de Castro – Avenida Getúlio Vargas, 2.703 – Vila Ivonete – Tel.: (68) 3224-6890

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest