emergencial

Equipe do MS vai ao Juruá alinhar novas ações de saúde

Com a situação emergencial que se instalou também em Cruzeiro do Sul, em virtude da maior cheia história do Rio Juruá, que desabrigou milhares de famílias, equipes da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e Ministério da Saúde (MS) estão há alguns dias percorrendo o município alinhando as ações de Saúde e logística no suporte às vítimas das enchentes e, ainda, no enfrentamento da dengue e Covid-19.

General assessor do Departamento de Logística em Saúde do Ministério da Saúde, Ridauto Lúcio Fernandes e secretários de Saúde em visita às unidades de Saúde de Cruzeiro do Sul. Foto: Marcos Santos.

A visita tem a bordo o general especialista em Segurança e Defesa, Ridauto Lúcio Fernandes. O militar que atua como assessor do Departamento de Logística em Saúde da Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, falou sobre a oportunidade de conhecer in loco a realidade em que Cruzeiro do Sul enfrenta para o alinhamento das ações de saúde e logística junto a pasta.

“A intenção do Ministério da Saúde é conhecer profundamente a situação aqui no Acre, onde temos a oportunidade de conhecer as três regionais, observando, em especial, a situação do interior, que à medida que vamos conhecendo mais os municípios, a gente vai encontrando dificuldades adicionais que o sistema vivencia. Estamos cientes de que não podemos nos descuidar do interior, por isso viemos e estamos aqui em Cruzeiro do Sul”, disse o general.

O assessor do Departamento de Logística em Saúde do Ministério da Saúde reconhece o grave momento em que o Acre passa, não apenas por conta da pandemia do novo coronavírus, mas se destacando a nível nacional por enfrentar simultaneamente uma crise migratória, enchentes e surto de dengue.

“O Acre hoje é um dos pontos mais importantes no território nacional em termos de atenção por parte do Ministério da Saúde. Por isso estamos aqui com os dois secretários que são voltados especificamente para atenção à saúde, secretário Nacional de Atenção Primária à Saúde e o secretário Nacional de Atenção Especializada”, pontua Fernandes.

Secretário Alysson Bestene em conversa com as equipes de saúde de Cruzeiro do Sul e Ministério da Saúde. Foto Marcos Santos

Para o secretário de Estado de Saúde do Acre, Alysson Bestene, a agenda é bastante positiva para que seja possível ampliar de forma pontual o suporte à população.

“Estamos aqui com toda a equipe do Ministério, as três principais secretarias nacionais, com o assessor do ministro Pazuello, secretários de atenção primária e executiva, visitando in loco as unidades para trazer cada vez mais condições necessárias para atender à população do estado, em especial do Juruá. É uma determinação do governador Gladson Cameli, com toda a equipe de seu governo. A intenção é trazer mais profissionais e equipamentos, como forma de ampliar nossas estruturas”, destaca Bestene.