Emoção marca passagem da Chama Olímpica por Rio Branco

(Foto: Diego Gurgel/Secom)
Zaqueau é atleta paralímpico e carregou a Tocha em Rio Branco (Foto: Diego Gurgel/Secom)

A passagem da Chama Olímpica por Rio Branco nesta terça-feira, 21, foi marcada por muita emoção. Ao todo, 110 pessoas conduziram a Tocha por 24 quilômetros, visitando por diversos pontos turísticos e bairros da capital.

(Foto: Angela Peres/Secom)
Alana representou os povos indígenas do Acre (Foto: Angela Peres/Secom)

Os atletas, artistas e a sociedade civil em geral que participaram do revezamento destacaram, ao longo do percurso, o sentimento de carregar o símbolo olímpico. “É uma alegria, só tenho a agradecer. Como um atleta paralímpico, conduzir a Tocha dos jogos de que participo efetivamente é indescritível”, diz Zaqueau Rocha, praticante de atletismo.

A representante indígena do Revezamento da Chama no Acre, Alana Manchineri, ressaltou a emoção de mostrar sua cultura em um momento histórico para o Acre. “Estou representando os povos da floresta do Acre e, para nós, é muito importante sermos lembrados”, conta.

O tour da Tocha se iniciou na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, no dia 3 de maio. São 95 dias de revezamento em mais de 300 cidades do Brasil. O último ponto pelo qual a Chama passará será a cidade do Rio de Janeiro, no dia 5 de agosto, onde a Pira Olímpica será acesa e os Jogos Olímpicos Rio 2016 começarão.