reforço

Em Brasília, governador do Acre e ministro da Justiça definem ações prioritárias para a segurança pública

O governador Gladson Cameli solicitou e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, garantiu apoio no reforço à segurança no Acre, abrangendo desde operações específicas na área à equipamentos como helicóptero.  Estes assuntos foram tratados em reunião do governador com o ministro, na noite desta terça-feira, 22, na sede do MJ, em Brasília.

Governador Gladson Cameli tratou sobre reforço para segurança no Acre com ministro Flavio Dino. Foto: Dilma Tavares/Ascom Serf

Na audiência, o governador agradeceu ao ministro “o firme apoio que tem dado ao Acre”, inclusive na recente crise de rebelião no presídio local e na manutenção de integrantes da Força Nacional no estado com o policiamento ostensivo e preventivo na região de fronteira, além da atuação, também, no combate aos crimes ambientais. Ele aproveitou para pedir reforço para a área de segurança no estado, destacando a necessidade e importância da atuação conjunta, reafirmando a sua disposição neste sentido e do reconhecimento à atuação do governo federal junto ao governo estadual.

“Eu preciso desse apoio para ajudar o estado e esteja certo do reconhecimento público a toda ação realizada pelo governo federal com o governo do Estado”, afirmou o governador.

Governador Gladson Cameli em reunião com o ministro da Justiça, Flavio Dino. Foto: Dilma Tavares/Ascom Serf

Entre as solicitações, Gladson Cameli pediu apoio financeiro para a atuação de equipes do Grupo Especial de Operações de Fronteira (Gefron), criado pelo governo para combater os crimes transfronteiriços. Ele também reforçou pedido de doação de um helicóptero que pertencia à Polícia Rodoviária Federal, “para reforçar o combate aos crimes ambientais e apoiar o transporte de pessoas que precisam de atendimento de urgência em locais de difícil acesso”.

O governador também apresentou um breve balanço dos resultados das ações de segurança no Acre, como queda de 25% nos crimes de latrocínio e a redução em cerca de 40% nos roubos de veículos e recuperação de mais de 70% daqueles roubados, resultados registrados com o apoio da Força Nacional nas fronteiras e o videomonitoramento. Outro dado apresentado aponta que, entre janeiro e 21 de agosto de 2022 e o mesmo período relativo a 2023, houve uma queda de 14,29% nos crimes de feminicídio no estado.

Amazônia é prioridade

“A Amazônia é prioridade e conte com o nosso apoio”, afirmou Flávio Dino, explicando que isso inclui desde operações conjuntas específicas à equipamentos, como helicóptero. Além de verificar a possibilidade de doar o helicóptero já existente, ele afirmou que doará um helicóptero novo ao Estado – ação que explicou pretender fazer com os demais estados. Ele também confirmou a implantação de um posto da Polícia Rodoviária Federal em Cruzeiro do Sul, medida que também vem sendo solicitada pelo governador.

Ministro da Justiça garante apoio para o Acre, em reunião com Gladson Cameli. Foto: Dilma Tavares/Ascom Serf

Flavio Dino incumbiu inclusive ao secretário nacional de Segurança Pública, Tadeu Alencar – também presente no encontro – para providenciar o atendimento às reivindicações do governo do Acre. O secretário reforçou a importância do apoio ao Acre, lembrando inclusive a recente ida do ministro da Justiça ao município de Brasileia, com anúncio de recursos e entrega de equipamentos. Conforme ele, trata-se de “fortalecer laços federativos fundamentais numa matéria sensível como a segurança pública”.

Também participaram da reunião o procurador do Estado, João Paulo Setti e o chefe de gabinete do governador, coronel José Messias.

Integrantes do governo do Acre e do Ministério da Justiça reunidos em Brasília. Foto: Dilma Tavares/Ascom Serf