preparativos

Educação realiza manutenção nas escolas para o retorno das aulas presenciais

“Não estamos entrando nas escolas para fazer mera maquiagem”. É com essa afirmação que o chefe do Departamento de Manutenção da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), Marcos Maia, define os trabalhos que estão sendo realizados em 480 unidades educacionais dos 22 municípios acreanos.

Na última sexta-feira, primeiro de outubro, acompanhado da engenheira civil Camila Lekakis, da equipe do Departamento, ele vistoriou o andamento dos trabalhos em algumas escolas, como a Glória Perez, a escola Armando Nogueira, a escola Neutel Maia e a Escola Salgado Filho.

Mais de R$ 23 milhões já foram investidos em manutenção nos últimos cinco meses. Foto: Stalin Melo/SEE

E trabalho é a palavra de ordem. Ao todo, nos últimos cinco meses, foram investidos mais de R$ 23,4 milhões, sejam em obras já concluídas, obras que estão na fase de conclusão, ou obras que aguardam a ordem de serviço para execução. Essas obras acontecem tanto nas unidades escolares quanto nos prédios e nos espaços esportivos administrados pela SEE.

Uma parte importante desse trabalho que está sendo realizado nas escolas são as adequações do espaço físico para atender aos alunos no retorno das atividades presenciais, que acontece a partir desta segunda-feira, dia 4. Sejam na reforma dos banheiros, na colocação de pias e lavatórios, todo o cuidado está sendo tomado em decorrência da pandemia.

Pias e lavatórios estão sendo adaptados para o retorno às aulas presenciais. Foto: Stalin Melo/SEE

“Estamos realizando manutenções em cozinhas, depósito de alimentos, bancada de pia, banheiros, tudo para garantir a segurança alimentar dos alunos, pois não vamos deixar só os ambientes mais bonitos, mas também seguros. Estamos entrando para resolver os problemas”, afirmou.

Na escola Glória Perez, Marcos Maia esteve com a coordenadora de ensino, professora Damiana Maia, que destacou as ações que estão sendo realizadas, como pintura, manutenção dos condicionadores de ar, reforma de banheiros, adaptações na cozinha e também nas salas de aula e no telhado da escola.

Obras de manutenção são uma determinação do governador Gladson Cameli e da secretária Socorro Neri. Foto: Stalin Melo/SEE

“Essas reformas e adaptações são uma determinação expressa do governador Gladson Cameli e da secretária Socorro Neri (SEE) para fazermos o melhor trabalho possível nas escolas, para deixarmos tudo pronto para o retorno das aulas presenciais”, frisou o chefe de Departamento.

Armando Nogueira

Outra escola que passa por uma importante intervenção é a escola de tempo integral Armando Nogueira. Lavatório para os alunos, uma cozinha com novo layout para atender aos padrões sanitários e de segurança alimentar, tubulação de gás, além da quadra poliesportiva estão entre os espaços que passaram por uma ampla reforma.

Cozinhas e depósito de alimentos foram ampliados e renovados. Foto: Stalin Melo/SEE

“Trata-se de uma escola de grande porte, por isso foi feito um trabalho grande e intenso e até pelo seu volume podemos dizer que foi feito em tempo recorde. Temos ainda alguns retoques na área externa, mas isso não impede o início das aulas presenciais”, afirmou Marcos Maia.

A diretora da escola, professora Ada Cristina Nunes, também fez questão de lembrar a reforma realizada na escola. Segundo ela, desde 2014 não é feito uma manutenção tão grande e tão importante. “Nunca tinha visto uma manutenção deste tamanho que aconteceu aqui na escola”, disse.

“Agora a escola está pronta para receber os alunos”, afirma a diretora Ada Cristina Nunes. Foto: Stalin Melo/SEE

Agora, segundo ela, a escola está realmente preparada para receber os alunos. “Estamos dentro dos protocolos sanitários, temos as pias para os alunos lavarem as mãos, as salas já estão pintadas só aguardando os alunos. Então, agora nos sentimentos preparados para o retorno das aulas presenciais”, frisou a diretora.

Glória Perez

Outra escola de ensino integral que passa por uma ampla reforma é a escola Glória Perez, localizada no bairro Xavier Maia. De acordo com a diretora, professora Laura Gianne de Oliveira, “há muito tempo que a nossa escola precisava de uma reforma de grande porte como esta”.

Banheiros da escola Glória Perez completamente reformados. Foto: Stalin Melo/SEE

Segundo ela, a Secretaria de Educação teve um olhar bastante “generoso” com a escola. “Essa reforma aconteceu porque temos uma Secretaria de Educação comprometida e parceira. Temos alguns detalhes, mas estão em fase de conclusão”, explicou a professora,

Troca de piso por todo o pátio, que foi completamente renovado, a quadra de esporte que está perto de ficar pronta, a iluminação que foi roubada, mas está sendo restaurada, os chuveirões que estão sendo instalados, tudo isso foi lembrado pela professora como intervenções importantes na escola.

“Há muito tempo que nossa escola precisava de uma ampla reforma”, disse a diretora Laura Gianne. Foto: Stalin Melo/SEE

“Estou muito feliz. Quero agradecer a Secretaria de Educação e agora em outubro estaremos com todo o gás, com os nossos estudantes e com o apoio da Secretaria que á nossa grande parceira”, frisou,

Neutel Maia

Outra escola que passou por uma grande intervenção foi a Neutel Maia, localizada no bairro do Bosque. A manutenção realizada pela SEE contemplou as salas de aula, os banheiros, refeitórios, condicionadores de ar, além de toda a parte de pintura realizada no prédio,

Escola Neutel Maia também passou por uma ampla reforma. Foto: Stalin Melo/SEE

O diretor da unidade, professor William Diego Leitão, lembrou que as intervenções foram de grande valia para o retorno das atividades presenciais. “Acredito que foi de grande valia para que possamos engrenar e direcionar o retorno das atividades presenciais aqui na escola”, disse.

Na escola Salgado Filho as salas de aulas já foram adaptadas para receber os alunos. Foto: Stalin Melo/SEE

Na Escola Salgado Filho também foram realizadas reformas e adequações do espaço físico para receber os alunos a partir desta segunda-feira. Banheiros, piso, telhado, salas de aula, diversos ambientes sofreram modificações para o retorno das aulas presenciais.