Depasa instala câmeras para monitorar subestação de energia

A mureta de concreto foi construída para impedir que a água alcance os transformadores (Foto: Luciano Pontes/Secom)

 

Depois da mureta de concreto, construída para impedir que a água alcance os transformadores da captação da estação de tratamento de água (ETA-2), o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) instala câmeras para monitorar o nível da água dentro da captação.

Outra medida tomada nesta quarta-feira, 4, foi colocar bombas de sucção automática para retirar a água de dentro da casa de máquinas.

“Nosso objetivo é evitar o trânsito de pessoas próximo à subestação. O rio continua enchendo e aumenta o risco de uma descarga elétrica. Vamos monitorar pelas câmeras”, afirmou Edvaldo Magalhães, diretor-presidente do Depasa.

Ontem à tarde, o diretor-presidente da Eletrobras Distribuição Acre, Joaquim Rolim, acompanhado de engenheiros eletricistas, esteve com Edvaldo Magalhães averiguando a parte elétrica da unidade, e recomendou as medidas.