eficiência

Denúncia resulta na apreensão de quase meia tonelada de maconha pela Polícia Civil

O Governo do Acre, por meio da Delegacia de Combate ao Narcotráfico – Denarc, da Polícia Civil, realizou no final da tarde deste domingo, 17, a apreensão de um carregamento de quase meia tonelada de maconha. A droga estava escondida em meio à carga de ração para cães que vinha sendo transportada para o Acre em uma carreta.

A apreensão aconteceu na BR-364 nas proximidades do posto de fiscalização da Fazenda estadual, conhecido como Tucandeira.

Duas pessoas foram presas. O motorista do caminhão, um homem de 42 anos, e o passageiro, de 40 anos, que afirmou ser o proprietário da carreta e da droga encontrada. Os investigadores encontraram também pouco mais de R$ 11 mil na cabine do veículo de carga.

Mais de R$ 11 mil também foram apreendidos na cabine do veículo Foto: Gleydison Meireles

De acordo com as investigações, a dupla saiu de Santa Catarina com o carregamento de ração e quando chegaram a Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, é que a maconha foi escondia em meio à carga.

A dupla foi levada para a sede da Divisão Especializada em Investigações Criminais – Deic, onde prestou depoimento ao delegado Karlesso Nespoli ficando à disposição.

Essa é a segunda maior apreensão deste tipo de droga no Acre. Em meados de 2012, investigadores da extinta Delegacia de Repressão a Entorpecentes – DRE, (hoje Denarc), realizaram a apreensão de mais de 1 (uma) tonelada de maconha que também vinha sendo transportada numa carreta, só que em meio a um carregamento de macarrão.

Apreensão de maconha é a segunda maior registrada no Acre Foto: Gleydison Meireles

Investigadores da Denarc, juntamente com policiais da Coordenação de Operações e Recursos Especiais – Core se revesam desde a madrugada desta segunda-feira, 18, na inspeção da carga na tentativa de localizar mais entorpecentes, já que existem fortes indícios de que haja mais droga em meio aos sacos de ração.

José Henrique Maciel Ferreira, delegado-geral da Polícia Civil do Acre destacou o trabalho realizado pelos agentes da Denarc e enalteceu o esforço e dedicação refletidos em mais uma grande apreensão de entorpecentes, reafirmando ainda o compromisso do Governo do Acre, por meio da Polícia Civil, de combater o crime e a violência e endurecer cada vez mais as ações repressivas contra as organizações criminosas.

“Essa ação é o braço forte do Estado agindo de forma dura e eficaz no combate da criminalidade e das organizações criminosas. Estamos atentos e agindo de forma coordenada em todo o Acre garantido mais segurança e tranquilidade à população. Essa apreensão de maconha, a segunda maior desse tipo de droga na história da Polícia Civil acreana, além das prisões dos traficantes, é o reflexo de um trabalho incansável de nossos policiais, de um trabalho eficiente de inteligência e também de técnicas apuradas de investigação e tudo isso tem garantido o sucesso de nossas operações”, destacou o delegado-geral.