De volta ao parlamento, Lourival Marques mantém luta em prol da produção

Após cinco meses à frente da Seaprof, Lourival Marques volta a exercer o cargo de deputado estadual
Após cinco meses à frente da Seaprof, Lourival Marques volta a exercer o cargo de deputado estadual (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Foram cinco meses de permanência à frente da Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) até Lourival Marques ser conduzido novamente ao cargo de deputado estadual (2015-2018), nesta terça-feira, 22.  O parlamentar atuou na secretaria de 2011 até março de 2014. A convite do governador Tião Viana, deixou o parlamento em junho de 2016 para assumir novamente a Seaprof.

Marques conta que decidiu afastar-se do parlamento para dar sequência aos trabalhos de defesa do povo do campo, sua principal defesa na bancada.

“Aceitei o convite do governador Tião Viana para retornar à Seaprof e priorizar as atividades necessárias para o desenvolvimento do setor rural do estado.  Na ocasião, realmente, a dúvida bateu a minha porta, mas em lealdade ao governador e aos produtores rurais do Acre aceitei o convite e posso dizer que não me arrependi”, destaca.

Enquanto gestor, o deputado conta que neste período pode dar sequência a um trabalho que já dura quase duas gestões de governo, que é preparar as bases para o andamento das ações de assistência técnica e extensão rural nos 22 municípios do Acre. Nesse período foram contratadas empresas para a execução de reforma nos escritórios, fornecimento de equipamentos, insumos, sementes e mudas.

“Por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável (PDSA), inauguramos três escritórios em Assis Brasil, Sena Madureira e Xapuri. Também foram adquiridos 525 móveis para estruturar todas as unidades da Seaprof e Emater com investimento de mais de 400 mil reais. Um espaço reformado dedicado aos servidores que prestam assistência técnica e aos produtores rurais, também foi entregue neste período”, lembra Marques.

Tião Viana agradeceu ao parlamentar pelo tempo dedicado às causas da produção rural junto ao governo do Estado. “Hoje o Acre vive uma nova fase na economia rural, onde uma nova classe média ascende no campo. E o Louro [Lourival] faz parte desse momento importantíssimo de transição e ascensão da economia rural no Acre. Muito obrigado pela dedicação e trabalho em prol do setor rural que com certeza se manterá contínuo na Assembleia”, expressou o governador.

Outras ações realizadas com recursos do Fundo Amazônia

Mecanização agrícola (Foto: Leônidas Badaró/Secom)
Mecanização agrícola foi estendida durante a gestão de Lourival Marques (Foto: Leônidas Badaró/Secom)

Lourival Marques conta, ainda, que na assistência técnica e extensão rural, por meio do programa Fundo Amazônia, que atende 2.080 famílias,  a Seaprof retornou com o pagamento de bônus e com a mecanização agrícola. Além disso, foram realizados dois seminários de agroecologia e produção sustentável e outros três intercâmbios estão marcados para serem realizados em dezembro, próximo.

“Ainda por meio do Fundo Amazônia, os serviços de mecanização agrícola já alcançaram mais de um mil e seiscentos hectares, nos municípios de Bujari, Sena Madureira, Tarauacá e Manoel Urbano, com 680 famílias beneficiadas”, acrescenta.

Com recursos advindos do Proacre foi iniciado o plano de desenvolvimento comunitário em 53 comunidades, com investimentos que superam a marca de R$ 1,5 milhão.

“Outro grande desafio foi a reativação do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, que promove o acesso à alimentação e incentiva a agricultura familiar, que colocamos para funcionar em 20 municípios, atendendo 1.780 produtores, 40 entidades socioassistenciais e um investimento de mais de R$ 4, 6 milhões”, ressalta.

Ações em andamento

Dia do Crédito é quando os produtores são informados sobre as linhas de financiamentos disponíveis e como acessá-las (Foto: Leônidas Badaró)
Dia do Crédito reúne produtores para esclarecimentos sobre as linhas de financiamentos disponíveis e como acessá-las (Foto: Leônidas Badaró)

Lourival Marques mencionou que também deixou diversas ações em andamento na Seaprof, como as obras de reforma e estruturação dos galpões da rede de armazenamento do estado, com instalação de três secadores de grãos nas unidades de Humaitá, Campinas e Acrelândia. Outros seis galpões da Cageacre em Humaitá, Campinas, Acrelândia, Feijó, Porto Acre e Cruzeiro do Sul, também deverão ser reformados.

Em relação ao crédito, Marques conta que iniciou uma ação que leva as instituições financeiras para as comunidades rurais para atender os produtores com o Pronaf. A ação tem ampliado o acesso ao crédito em diversos municípios. Um exemplo é Tarauacá, que possui 50 projetos de credito entregues aos Bancos do Brasil e da Amazônia com previsão de mais de R$ 1 milhão liberados.

“Diante de todas essas ações, só tenho a agradecer a todos os servidores da Seaprof, Emater e Cageacre que me receberam muito bem e juntos realizamos tantas ações no governo do Acre. Tenho certeza de que este meu retorno à Aleac não será diferente da relação que construí  com todos os parlamentares”, afirma o deputado.