investimento

Comunidades indígenas receberão seis novas escolas a partir de 2021

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), por meio do Departamento de Educação Indígena, trabalha para a construção de novos modelos de escolas nas comunidades indígenas do Acre. As seis primeiras unidades terão suas obras iniciadas ao longo de 2021.

projetos arquitetônicos das escolas foram elaborados por equipes técnicas do governo do Estado Imagem: Ilustração

Os projetos arquitetônicos das escolas foram elaborados por equipes técnicas do governo do Estado, após encontros e alinhamentos realizados pelo secretário Mauro Sérgio Cruz (SEE) nas aldeias. “Ouvir as comunidades é fundamental para que a gente possa desenvolver as nossas ações”, disse.

Por isso, antes de o projeto ser idealizado pelos técnicos, o gestor fez questão de visitar diversas aldeias, como o Caucho, em Tarauacá; a dos katukinas, em Cruzeiro do Sul; a dos shanenawas, em Feijó; e dos puyanawas, em Mâncio Lima.

Das seis novas escolas indígenas, uma será para a aldeia do Caucho; uma para a aldeia katukina; uma em Assis Brasil, para os manchineris; uma ao longo do Rio Purus, para os kulinas; uma em Feijó, ao longo do rio Envira; e outra na aldeia yawanawá, no Rio Gregório.