Comitê gestor do Ruas do Povo vistoria bairros da capital acreana

Com 55 bairros vistoriados pela equipe técnica do Comitê Gestor do programa Ruas do Povo, Depasa, Deracre e Emurb garantem que todos os bairros contemplados receberão visitas técnicas antes do início das obras. As ruas de todos os bairros que estão inclusos no projeto serão beneficiadas com pavimentação, rede de água, esgoto e drenagem.

Bairros Floresta Sul e Maria Íris foram vistoriados na terça-feira, 7. Representantes do Depasa, diretor de pavimentação e representantes da Emurb somam-se ao time do Ruas do Povo que fiscalizam os locais.

Todas as vias (ruas, becos e travessas) que nunca receberam nenhum tipo de pavimento serão asfaltadas. “A prioridade para começar os trabalhos são aqueles bairros que possuem o menor índice de pavimentação, como o Maria Íris, que só tem uma rua pavimentada. O critério é trabalhar nos bairros que não têm ruas pavimentadas e juntamente com o movimento comunitário levantar ruas que possuam moradores idosos ou com necessidades especiais”, destacou o diretor de pavimentação Marcos Lourenço.

Para o presidente do bairro Floresta Sul, Ledo Patrício, “é uma satisfação receber o Ruas do Povo no Floresta, principalmente porque nossas ruas ainda são ramais e a água no bairro é um caso sério. A gente espera que realmente as coisas andem. Os moradores estão numa expectativa grande porque a gente vive como se estivesse em um ramal. Estamos muito ansiosos pelas melhorias”.

Moradores do Maria Íris renovaram esperanças de melhorias para o bairro após receberem a visita de representantes do Depasa, Deracre e Emurb anunciando as obras do Ruas do Povo. “O presidente é o fiscal. Nós vamos ficar de olho em tudo quando a obra começar”, frisou José Garcia, presidente de bairro e Conselheiro da Regional 5 da capital acreana.

“É com muita satisfação que nós recebemos essa notícia. Sair da lama é a nossa prioridade”, disse Madalena, pedagoga, que mora há 13 anos no bairro.

“A gente fica muito agradecido com toda essa atenção. Nós não queremos sofrer com lama e falta de esgoto no inverno”, explicou Orita Silva, moradora da Rua Donato Camelo.

“Estou muito agradecido desde já. Estou muito feliz por receber essa ótima notícia das mãos dos representantes. Agora eu acredito que tudo vai melhorar e minha casa será valorizada ainda mais. Eu já estou feliz pela vinda do shopping para bem pertinho do nosso loteamento e agora bem mais, sabendo que vamos receber esgoto, água e uma rua pavimentada. Eu já mudei de ideia e não vendo mais de jeito nenhum minha casa”, disse Ridener Lima.

“Cheguei aqui em 1999 e de lá pra cá venho lutando muito no inverno com minhas netas para ir à escola ou a qualquer lugar. A gente saía com sacolas e água nas garrafas para lavar os pés sujos de lama porque nem sacola aguentava a lama, rasgava no meio do caminho, e a gente ainda convive com isso. Nós estamos cansados dessa peleja”, disse Valdecina, uma das moradoras mais antigas do bairro.