Assistência Social

Com o apoio da Marinha do Brasil, Estado entrega doações para comunidade ribeirinha atingida pelas enchentes

Na última quinta-feira, 30, o governo do Estado, com o apoio da Marinha do Brasil, realizou uma ação humanitária de entrega de insumos para a comunidade ribeirinha que reside de maneira isolada entre o Rio Acre e o Riozinho do Rola.

Com o apoio das instituições federais, o governo do Acre esteve presente para prestar apoio às comunidades ribeirinhas. Foto: Izabelle Farias/Sesacre

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (Seasd) distribuiu 30 cestas básicas, 30 kits de limpeza e higiene pessoal, além de frutas e legumes, doados pela Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri), para a população atingida pelas enchentes.

A ação integrada do Estado também contou com a participação de representantes da Defesa Civil Estadual, Casa Civil e da Secretaria de Estado de Governo (Segov). Foto: Izabelle Farias/Sesacre

“Foi satisfatório ajudar essas pessoas que se encontram isoladas. Essa é uma comprovação da força do trabalho integrado entre as secretarias de Estado e os órgãos federais, estamos fazendo a diferença levando dignidade, alimentação e saúde para as famílias”, relata o secretário da Seasd, Lauro Santos.

“Com o apoio da Marinha, conseguimos transportar um maior volume de carga e conseguimos dar auxílio à famílias isoladas que se encontravam em vulnerabilidade social”, relata Lauro Santos. Foto: Izabelle Farias/Sesacre

A ação também contou com a atuação da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), acompanhada pelo Ministério da Saúde, onde realizaram um diagnóstico situacional das áreas afetadas pela alagação, com o fim de levar atendimentos aos ribeirinhos e famílias desabrigadas.

A Sesacre, com o apoio do Ministério da Saúde, também realizou a distribuição de insumos e medicamentos, que auxiliarão no atendimento de acreanos afetados pelas enchentes. Foto: Izabelle Farias/Sesacre

O empenho do governo do Acre também contou com o suporte da Marinha do Brasil, o qual foi autorizado para atuar na fiscalização dos rios, proibindo o uso de jet-skis, além de apoiar a Defesa Civil no resgate de vítimas das cheias, transporte de cestas básicas e demais itens.