Circuito de Negócios Agro

Com apoio do governo do Estado, evento voltado ao agronegócio é realizado no Acre

O Banco do Brasil promoveu, nesta terça-feira, 29, o Circuito de Negócios Agro. Realizado pela primeira vez no Acre, o evento itinerante foi realizado na Praça Palácio Rio Branco, no centro da capital, e contou com o apoio institucional do governo do Estado.

Circuito de Negócios Agro, do Banco do Brasil, foi realizado nesta terça-feira, 29, com apoio institucional do governo do Acre. Foto: Camila Barbosa

A iniciativa da instituição bancária está percorrendo o país, por meio de agências móveis instaladas em carretas, e tem como principal objetivo fomentar a produção rural por meio de palestras, apresentação de novas tecnologias voltadas ao campo e oferta de serviços, como a disponibilidade de linhas de crédito aos agricultores.

O governador Gladson Cameli prestigiou o evento. Em sua fala, parabenizou o Banco do Brasil por apostar no Acre e enfatizou que o setor do agronegócio tem contribuído, positivamente, com o desenvolvimento sustentável do estado.

Governador Gladson Cameli parabenizou a instituição bancária por acreditar no potencial agrícola do Acre. Foto: Diego Gurgel/Secom

“O agronegócio é um dos pilares do nosso governo. Os investimentos realizados nos últimos anos têm se refletido em produções recordes e o apoio do Banco do Brasil é fundamental para que possamos continuar crescendo e, principalmente, colaborando com a geração de emprego e renda”, argumentou.

O superintendente regional do Banco do Brasil, Daniel Rondon, agradeceu a parceria do Estado na promoção do circuito. “O governo nos cedeu este local estratégico e isso demonstra o quanto o poder público está interessado em que bons negócios sejam fechados, alavancando, cada vez mais, o agronegócio”, declarou.

Esta é a primeira vez que o estado recebeu o evento itinerante. Foto: Diego Gurgel/Secom

Durante todo o dia, várias lojas agropecuárias e concessionárias de veículos e máquinas agrícolas puderam expor seus produtos e serviços ao público. A vendedora Letícia Ferreti, da Casa da Lavoura, avaliou a oportunidade como uma excelente vitrine para a realização de negócios.

“Um evento desse é de suma importância para o nosso estado, porque movimenta o agronegócio, beneficia o pequeno, médio e grande produtor, além de ajudar na divulgação das empresas parceiras do banco”, disse.