turismo online

Chegada da internet conecta comunidade do Rio Croa a novas oportunidades com o mundo digital

Pela primeira vez, em 43 anos, Pedro Paulo Lima da Costa teve acesso à internet no lugar onde nasceu e vive com a família, às margens do Rio Croa, zona rural de Cruzeiro do Sul. Desde a última quarta-feira, 26, a conexão com a rede mundial de computadores foi estabelecida com sucesso. A novidade, que era bastante aguardada, também ativou o sinal de mais oportunidades para a comunidade ribeirinha.

Pedro Paulo revela que chegada da internet era um sonho dos moradores do Rio Croa, em Cruzeiro do Sul. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Eu não tenho nem palavras para descrever esse momento que estamos vivendo. O sonho da comunidade era ter internet e, hoje, graças a Deus e ao governo, isso é uma realidade”, declarou.

Nunga, como é bem mais conhecido, trabalha como barqueiro e, ainda, preside a Associação Agroextrativista do Rio Croa. Segundo ele, a chegada da internet fortalecerá o turismo na região.

Comunidade do Rio Croa está conectada com o mundo digital. Internet de alta velocidade e excelente qualidade. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Eu mesmo não tenho nada na internet, mas já estamos providenciando. Isso vai facilitar muito a divulgação e contato com os turistas, principalmente aqueles que estão em outros estados e países”, explicou.

Emile Melo terá um novo ofício a partir de agora. A dona de casa auxiliará o esposo, que é barqueiro, a divulgar os serviços na internet. “Vamos poder usar o WhatsApp e criar perfis nas redes sociais para colocar fotos, divulgar o barco e as belezas do Croa. Com certeza, vai ajudar muito a melhorar nossa renda”, enfatizou.

Com a internet, Emile Melo acredita que a renda familiar vai melhorar. Foto: Marcos Vicentti/Secom

No embalo da rede, Maria Oliveira, com o celular na palma da mão, se atualiza dos acontecimentos do mundo e conversa com os parentes, que moram na cidade. “Nunca imaginei que a internet chegaria aqui e, na verdade, nem sonhava com isso. Mas agora, tá uma maravilha”, conta.

Para ter acesso à rede mundial de computadores, os moradores do Croa precisavam sair da comunidade, de barco, e percorrer mais oito quilômetros até a Vila Lagoinha, ou seguir para a zona urbana de Cruzeiro Sul, distante 22 quilômetros. Toda essa dificuldade ficou para trás.

Deitada na rede, Maria Oliveira se atualiza de tudo que acontece no mundo e aproveita para conversar com familiares. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Meus filhos já saíram daqui e foram até a Lagoinha para pesquisar, na internet, os trabalhos da escola. Agora, eles vão fazer tudo aqui, sem sair de casa”, comemora Maria.

Instalação da rede contou com apoio do governo do Acre

A internet que atende 55 famílias do Rio Croa é de alta velocidade e excelente qualidade. Para que a rede de sete quilômetros de fibra óptica chegasse até a casa dos moradores, a Ômega Sul, empresa responsável pelo fornecimento do sinal, contou com o suporte do Estado.

Chegada da internet contou com o apoio do governo acreano. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet) e Departamento de Estradas de Rodagens do Acre (Deracre), o governo assegurou o licenciamento ambiental, limpeza da vegetação e acesso terrestre adequado para a instalação do cabeamento, que aproveitou a estrutura dos postes da rede elétrica.

Debaixo de uma imponente samaúma, tida como a Rainha da Floresta, o gestor da Seict, Assurbanipal Mesquita, representantes do governo e moradores do Croa celebraram este momento histórico para comunidade, que tem despontado, nos últimos anos, como um dos locais mais visitados do Vale do Juruá.

Governo do Estado e moradores do Croa celebraram ativação da rede de internet, na comunidade. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Essa foi uma parceria público-privada muito positiva. Para a comunidade, o acesso a internet representa inclusão digital e mais cidadania. O principal benefício, sem dúvida, será a agregação de valor nas possibilidades de geração de emprego e renda, já que o turismo é muito forte aqui”, afirmou Mesquita.

O governo acreano também assegurou a instalação de nove pontos com internet Wi-Fi gratuita aos visitantes e moradores ainda não contemplados com a fibra óptica. Os roteadores foram colocados em escolas, igrejas, restaurantes e no porto do Rio Croa.

O Croa e suas belezas paradisíacas

A região do Croa é uma das mais belas de toda a Amazônia Ocidental. O rio de águas escuras e calmas, cercado pelo verde intenso das árvores e pela rica vida silvestre, forma um verdadeiro cenário paradisíaco.

Região do Croa forma um dos cenários mais belos da Amazônia Ocidental. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Com toda sua generosidade, a natureza proporciona um fenômeno que, no Acre, só acontece no Croa. Durante os meses mais secos do ano, uma planta aquática conhecida como pasta se prolifera a tal ponto, que toma longos trechos do rio. Um grande tapete verde se forma sobre as águas, deixando o lugar ainda mais especial.

Com o fim das restrições impostas durante o período mais crítico da pandemia de covid-19, o número de visitantes vem crescendo. Segundo dados da Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo, cerca de 110 mil pessoas estiveram no Croa, a turismo ou lazer, no ano passado.

Para o titular da Seet, Márcio Pereira, o atendimento da comunidade é a maneira da gestão fortalecer ainda mais a economia das comunidades locais.

“Estamos fazendo parte de uma gestão que dialoga e busca caminhar com as pessoas. Levamos as demandas da comunidade ao governador Gladson Cameli que de pronto determinou que tanto a Seet como a Seict também atende-se as reinvindicações e agora teremos uma expansão do turista para conhecer o local. Esse é um trabalho que nossos turismólogos lutam por anos e agora se concretiza”, destacou o secretário.