Banco Mundial visita Centro Especializado do Alto Acre

Os representantes do Banco Mundial, Jorge Thompson Araújo e Lorena Viñuela, visitaram na última quinta-feira, 20, em Brasileia, o Centro Especializado de Atendimento à Mulher do Alto Acre (Ceam/Alto Acre). Na ocasião, a titular da Secretaria de Estado de Políticas para as Mulheres (SEPMulheres), Concita Maia, apresentou os serviços desenvolvidos pela instituição.

Em 2013, o fluxo de serviços oferecidos, pelo Ceam, registrou 420 atendimentos (Foto : Assessoria SEPMulheres)
Em 2013, o fluxo de serviços oferecidos, pelo Ceam, registrou 420 atendimentos (Foto : Assessoria SEPMulheres)

O Ceam/Alto Acre foi criado em 2006. Atualmente é gerido pelo governo do Estado, por meio da SEPMulheres e, tem a missão de acolher as mulheres em situação de vulnerabilidade social e violência da regional. Em 2013, o fluxo de serviços oferecidos registrou 420 atendimentos. Além de tratamento psicológico o Centro também oferece qualificações profissões às mulheres.

Para Jorge Thompson Araújo a igualdade de gênero beneficia toda a sociedade. “As políticas para as mulheres e igualdade e direitos entre os sexos não somente beneficia os indivíduos, mas também a sociedade e a economia como um todo. O Banco Mundial apóia essa causa, uma vez que o impacto desses tipos de políticas para o desenvolvimento socioeconômico é enorme”, disse.

“A parceria com o Banco Mundial é o reconhecimento de um trabalho sério e de qualidade. Estamos mais fortalecidos e conseqüentemente a comunidade é a maior beneficiária dessa união”, ressaltou a gestora do Ceam/Alto Acre, Sheyvane Magalhães.

Segundo Concita Maia, o momento é de reconhecimento da luta das mulheres. “Este é um momento ímpar que nós temos de evidenciar o protagonismo feminino do Acre. Agradecemos o apoio e prestígio do Banco Mundial e reafirmamos o nosso compromisso em estarmos juntos na luta por uma sociedade com equidade de gênero”, agradeceu.