Associação de Medicina da Família e Comunidade será criada nesta sexta

Entidade vai facilitar realização de cursos de especialização, seminários e simpósios para a região Norte. Nesta sexta-feira, 6, acontece a solenidade de fundação da Associação de Medicina da Família e Comunidade, no auditório do Conselho Regional de Medicina (CRM/AC). O evento tem como público-alvo médicos, estudantes de Medicina e gestores da área de saúde. A associação já havia sido homologada em cartório, mas realizará a posse da diretoria nesta sexta, a partir das 18 horas.

De acordo com o presidente da associação, Dr. Marcelus Prado de Negreiros,  a instituição vai fazer um trabalho de orientação, reorganização e assessoria aos profissionais ligados à área de Medicina da Família e Comunidade. A diretoria pretende trazer cursos de atualização, seminários e simpósios para a Região Norte. "A criação da Associação vai representar a classe de médicos da Família e fornecendo assistência tanto profissional como acadêmica", disse o médico.

A idéia de fundar a associação partiu de um grupo formado desejoso de melhorar as condições dessa especialidade na região. Um dos objetivos principais é criar um curso de preparação para o título de especialidade, permitindo uma educação permanente aos médicos que necessitam estar preparados para a prova de especialidade.

O programa de residência em Medicina da Família e Comunidade existe a seis anos no Estado e já formou quatro profissionais especialistas. Segundo o presidente, depois de formados, esses profissionais conscientizaram-se da carência existente no Acre quando conheceram a situação da especialidade em outros estados. Ele garante que essa não é uma especialidade valorizada no Estado e que é preciso organização dos profissionais para mudar essa situação.

"A Medicina da Família é diferente, pois não trata somente a doença. O médico da família trabalha de forma curativa, mas também procura criar alternativas de prevenção, estudar a vida do paciente, seus costumes, sua família e o que a doença vai representar em sua vida. Dessa forma, ele trata do paciente e não somente da doença", destacou Dr. Marcelus Negreiros.

A Associação de Medicina da Família e Comunidade do Acre é composta inicialmente por oito médicos, sendo quatro especialistas, três em formação na especialidade e um associado. A solenidade de posse vai contar com a presença de convidados como os secretários Estadual e Municipal de Saúde, membros do CRM-AC, além de um representante da Sociedade Brasileira de Medicina da Família e Comunidade.