Apoio do governo é fundamental para mudar realidade extrativista

“Temos um modelo de empreendimento que reflete bem o desejo do nosso governador. Uma parceria do governo com a iniciativa privada”, comemora Edvaldo Magalhães (Foto: Sérgio Vale/Secom)
“Temos um modelo de empreendimento que reflete bem o desejo do nosso governador. Uma parceria do governo com a iniciativa privada”, comemora Edvaldo Magalhães (Foto: Sérgio Vale/Secom)

“Aqui temos um modelo de empreendimento que reflete bem o desejo do nosso governador Tião Viana. Uma parceria do governo com a iniciativa privada. Estamos investindo quase R$ 8 milhões na infraestrutura e a Cooperacre mais de R$ 2 milhões. Isso mostra o otimismo da iniciativa privada e o desejo do governador Tião Viana de possibilitar novas oportunidades para a geração de emprego e renda em nosso estado”, comemora o secretário de Indústria e Comércio, Edvaldo Magalhães.

A novidade que muda a realidade da produção de castanha no Acre é comemorada pelo secretário que destaca que, com os investimentos feitos pelo governo no setor, até a próxima safra, correspondente ao início do próximo ano, as indústrias de processamento de castanha do Acre terão capacidade de processar toda a produção.

Com isso, as cenas em que víamos inúmeras balsas descendo o rio Acre rumo ao Pará levando castanha in natura, para ser processada nas indústrias paraenses, não mais se repetirão.