Educação

Alunos da Tancredo Neves apresentam trabalhos no Viver Ciência

A Semana Estadual de Ciência e Tecnologia e a Mostra Viver Ciência, que este ano acontecem no Parque de Exposições, apresentam os mais diversos trabalhos realizados pelos alunos de escolas públicas, privadas ou mesmo de instituições parceiras da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE).

Os da Escola Tancredo Neves, por exemplo, localizada no bairro Bahia Nova, na região da Baixada da Sobral, aproveitaram a mostra para realizar trabalhos voltados à reciclagem e ao meio ambiente. Cinco deles foram expostos pelos alunos do ensino médio.

Alunos da Tancredo Neves apresentam trabalhos sobre reciclagem e produção de energia Foto: Mardilson Gomes

Todos coordenados pela professora Núbia Maria de Castro Oliveira de Melo, de Química. Um deles acerca da reciclagem de óleo, aproveitado para fabricar sabão. “A gente tinha possibilidades de reciclagem, uma de lixo eletrônico, outro de papel e outro de óleo, sendo este o que foi mais acessível para os alunos apresentarem”, explicou.

Outro trabalho coordenado pela professora foi sobre a reciclagem de material orgânico para ser utilizado na horta da escola. “Com o adubo fabricado pelos alunos já foi possível plantar e colher couve, chicória, rúcula e cebolinha, produção que é utilizada no lanche da escola”, disse.

Trabalhos motivam alunos a aprender mais Foto: Mardilson Gomes

Realizar a purificação da água por meio de um processo chamado eletrofloculação e produção de eletricidade por meio de soluções eletrolíticas também estão entre os trabalhos apresentados, a partir dos conhecimentos adquiridos pelos alunos. Outro processo utilizado para a produção de energia foi o heliotérmico.

De acordo com a professora, todos esses trabalhos foram realizados para serem apresentados na Mostra Viver Ciência. “Procuramos despertar o interesse dos alunos, demonstrando o potencial e a capacidade que eles têm, porque eles são muito criativos, basta utilizar essa criatividade para coisas positivas”, destacou.

Realizando um sonho

A estudante Bruna Pereira da Costa, do primeiro ano, entrou na escola no meio do ano. Isso não impediu que ela se entrosasse rapidamente com os estudos e com os experimentos da professora Núbia Melo. “Eu sempre gostei muito de estudar e pedi para me encaixar nesses trabalhos”, disse.

Bruna tinha o sonho de conhecer o Viver Ciência e, na primeira vez, foi logo como expositora de um trabalho Foto: Mardilson Gomes

Bruna, na verdade, está realizando um sonho. “Eu via na televisão os alunos passeando para lá e para cá nos estandes e eu queria participar, mas nunca imaginei que a primeira vez aqui no Viver Ciência fosse logo apresentando um trabalho, comentou”.

Ao lembrar que, até o ano passado, a mostra era realizada em um espaço da Universidade Federal do Acre (Ufac), afirmou ser um lugar que ela também pretende conhecer. “Mas, estar aqui, no Viver Ciência, para mim, já é a realização de um sonho”, frisou.