Agentes penitenciários apreendem celulares com ajuda de raios X

Na terça-feira, 26, agentes que atuam no Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco, apreenderam dois celulares estilo smartphones, carregadores e chips que estavam no interior de um televisor. O material foi apreendido durante inspeção de rotina com o equipamento de raios X.

Segundo a direção da unidade, familiares de um reeducando tentaram burlar a fiscalização inserindo esses produtos, que foram detectados no aparelho. Os agentes penitenciários fazem inspeções em todos os produtos que entram no presídio.

Dois celulares, chips e carregadores foram localizados dentro de um televisor ao passar por revista (Foto: Divulgação/ Iapen)
Dois celulares, chips e carregadores foram localizados dentro de um televisor ao passar por revista (Foto: Divulgação/Iapen)

“Além dos raios X, as inspeções de rotina são realizadas com scanners, que emitem ondas de radiofrequência e permitem uma revista minuciosa em bolsas e aparelhos eletrônicos, entre outros utensílios que entram no presídio”, explicou o diretor do FOC, Rames Mesquita.

Ele diz ainda que os apetrechos foram entregues ao Núcleo de Apoio à Família (NAF), setor do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) responsável por atender as famílias dos reeducandos. “A partir de agora, será aberta uma sindicância para chegarmos aos autores”, opinou o diretor.