em Salvador

Acre participa de oficina nacional sobre educação profissional em saúde

A oficina Desafios e Caminhos para a Educação Profissional em Saúde no Brasil, foi realizada no último domingo, 20, no Centro de Convenções de Salvador, no estado da Bahia. Para representar o Acre, o Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) Dom Moacyr, órgão do governo do Estado, enviou uma equipe do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (Cept) em Saúde Maria Moreira da Rocha, unidade descentralizada da rede Ieptec que atua exclusivamente com a oferta de cursos técnicos e de qualificação profissional voltados para a área da saúde.

O encontro foi promovido pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), instituição vinculada ao Ministério da Saúde (MS), e contou com a participação de professores, pesquisadores e gestores de escolas técnicas do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o Brasil.

Profissionais que atuam com educação voltada para a área da saúde de todo Brasil estiveram no encontro. Foto: cedida

Em pauta, a formação dos trabalhadores técnicos da Saúde e da Gestão da Educação no setor. Na ocasião, também foi elaborada a Carta de Salvador, um documento a ser encaminhado ao grupo de transição do novo governo federal para 2023, com pontos que contemplam o fortalecimento da Educação Profissional em Saúde no SUS.

Para a supervisora técnica do Centro em Saúde Maria Moreira da Rocha, Elizandra Costa, que participou da oficina, “a escola possui um extenso catálogo de cursos, e pretendemos firmar parcerias para poder ofertar essas formações aos profissionais da Saúde. Isso vai impactar lá na frente, no usuário, com a oferta de um serviço de qualidade”, salientou.

Todos os participantes reunidos ao final do evento para a tradicional foto em grupo. Foto: cedida

Segundo o presidente do Ieptec, Carlos Peres, “enviamos para participar desse evento uma equipe que trabalha diretamente com formação técnica na área da Saúde, de forma que ela possa conhecer o que está sendo pensado a nível nacional nesse segmento, e que venha repassar esse conhecimento para os demais profissionais que atuam no nosso Cept de Saúde, capacitando também o restante da equipe”, ressaltou.

A contribuição do governo do Acre no que diz respeito à formação de profissionais da área da Saúde é bem expressiva. Só nos últimos quatro anos, o Ieptec Dom Moacyr formou, aproximadamente, 4.500 pessoas, sendo mais de 1.100 delas somente em cursos técnicos ou de qualificação profissional voltados à saúde.