financiamento climático

Acre é destaque em encontro com líderes internacionais e membros da Coalizão LEAF, em Nova York

Como parte da programação da 15ª edição da Semana do Clima (Climate Week), em Nova York, o presidente do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (IMC), Leonardo Carvalho, e a secretária dos Povos Indígenas, Francisca Arara, representaram o governo do Acre, em evento na noite nesta terça-feira, 19, com membros da Coalizão LEAF, uma parceria público-privada de financiamento para projetos de conservação das florestas.

O encontro contou com a participação de representantes do Reino Unido, Noruega e Estados Unidos, e empresas nacionais e internacionais interessadas em apoiar iniciativas que promovam o desenvolvimento sustentável nas comunidades.

O encontro foi oportuno para que investidores e parceiros internacionais conhecessem os avanços, propostas e programas de REDD+ Jurisdicionais implementados pelos estados da Amazônia.

Francisca Arara destacou os avanços na governança com a participação das populações indígenas e tradicionais e de mulheres. Foto: cedida

O governador Gladson Cameli elogiou a participação dos gestores, ao detalharem os avanços e expectativas sobre a reestruturação do programa jurisdicional do Acre.

“Estamos otimistas com a diminuição de mais de 50% dos alertas de desmatamento. Isso mostra a união e o empenho de toda equipe setorial para alcançar as metas e aprimorar nosso sistema jurisdicional. Para o Acre, é importante estar em constante contato com os organismos internacionais que podem apoiar no financiamento das políticas públicas ambientais e de redução das mudanças climáticas”, destacou Cameli.

Encontro reuniu investidores e parceiros internacionais interessados nos programas de REDD+ Jurisdicionais da Amazônia. Foto: cedida

Leonardo Carvalho e Francisca Arara apresentaram todo o arcabouço jurídico do Sistema de Incentivo a Serviços Ambientais (Sisa), modelo de política ambiental de Estado instituído por lei há 12 anos, que garantiu a implementação do primeiro programa jurisdicional do mundo.

O pioneirismo do Acre na temática ganhou destaque com a vanguarda também do sistema de governança, que insere as populações indígenas e comunidades tradicionais e promove o engajamento de mulheres na tomada de decisões acerca da implementação de projetos e programas ambientais que beneficiam as comunidades.

Francisca Arara ressaltou o pioneirismo do Acre com a lei do Sistema de Incentivo a Serviços Ambientais (Sisa). Foto: cedida

Saiba mais

A Coalizão Reduzindo Emissões pela Aceleração do Financiamento Florestal (LEAF) foi lançada na Cúpula do Clima de Líderes, em abril, com a participação dos governos da Noruega, Reino Unido, Estados Unidos e um grupo de empresas líderes que agora incluem Amazon, Airbnb, Bayer, BCG, Delta Air Lines, E.ON, GSK, McKinsey, Nestlé, PwC, Salesforce e Unilever. O objetivo do LEAF é gerar benefícios a bilhões de pessoas que vivem na floresta com iniciativas que promovam o desenvolvimento sustentável nas comunidades.