facilidades

Ações do governo pela Carreta Ambiental chegam ao município de Manoel Urbano

Levando atendimento, capacitação e uma programação cultural local, a Carreta Ambiental – Programa de Capacitação e Atendimento Ambiental Itinerante –  iniciou nesta terça-feira, 8, no município de Manoel Urbano, as suas atividades. A unidade móvel ficará na praça central, na Avenida Valério Caldas Guimarães, até o próximo dia 10. O projeto é uma iniciativa do governo, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), numa parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e o governo federal.

Levando atendimento, capacitação e uma programação cultural local, a Carreta Ambiental iniciou, no município de Manoel Urbano, as suas atividades. Foto: Jacky Ramirez/Imac

O investimento é fruto de emenda parlamentar da deputada federal Vanda Milani, no valor de R$ 1,5 milhão. Participaram da solenidade de chegada da Carreta Ambiental o prefeito de Manoel Urbano, Tanisio Sá, o vice-prefeito Raimundo Toscano, os vereadores Cleiton Nogueira e Alberto Bezerra, o secretário municipal de Meio Ambiente, Jeza Mendes, e a presidente do Sindicato Rural, Marta Milano.

Participaram da solenidade de chegada da Carreta Ambiental, o prefeito de Manoel Urbano, Tanisio Sá, o vice-prefeito Raimundo Toscano, os vereadores Cleiton Nogueira e Alberto Bezerra, o secretário municipal de Meio Ambiente, Jeza Mendes, e a presidente do Sindicato Rural, Marta Milano. Foto: Jacky Ramirez/Imac

Além da Semapi, órgão que coordena o projeto, vários parceiros atuam dentro da Carreta Ambiental, entre eles o Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e o Instituto de Terras do Acre (Iteracre). Como a estrutura também apresenta um viés cultural, as prefeituras colaboram com a sugestão de programação.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas, Israel Milani, reforçou mais uma vez a importância da participação da comunidade: “É o governo presente e cada vez mais perto da população que mais precisa. Além dos atendimentos da pasta ambiental, que podem solucionar os problemas mais variados, temos as capacitações, que vão proporcionar aos gestores ambientais do município uma formação para melhor atender a população”.

O coordenador da parte logística da Carreta Ambiental, James Alves, destacou que entre os principais atendimentos na Carreta Ambiental estão a capacitação de técnicos de prefeituras, dispensa de outorga, Cadastro Ambiental Rural (CAR), Programa de Regularização Ambiental (PRA), programas de regularização e despacho de licença ambiental.

A produtora rural, Eliane Fagundes da Silva, mora no ramal da Onça, na BR-364 e foi atendida na Carreta Ambiental. “Eu acho muito importante essas campanhas itinerantes porque às vezes fica muito difícil para quem mora nos ramais ir a Rio Branco. E eu fico muito contente de ser bem atendida, porque, graças a Deus, nos atendimentos que o governo traz aqui para a população as pessoas atendem bem a gente”, disse.

A produtora rural, Eliane Fagundes da Silva, mora no ramal da Onça, na BR 364 e foi atendida na Carreta Ambiental (no canto direito da imagem). Foto: Jacky Ramirez/Imac

O agricultor Aluizio Lima da Silva, que mora no Baixo Purus, Lago da Bela Vista, elogiou o atendimento. “Fui bem atendido. Estou feliz porque a gente mora na zona rural e nem sempre podemos ir a Rio Branco. Uma iniciativa muito boa, espero que continue”.

A técnica do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), Selva Euluana Gomes, orientou o agricultor sobre a documentação necessária para abrir o processo dele: “Ele precisa abrir o processo para substituição do proprietário do lote, no caso passar para o nome dele. Estaremos aqui no município de Manoel Urbano até quinta-feira e vai dar tempo ele providenciar o que precisa para dar entrada”.