Rumo certo

Vice-governador elogia ações de segurança nos presídios

O vice-governador Major Rocha, acompanhado do secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar dos Santos, conversou nesta quinta-feira, 21, com os servidores que compões a equipe gestora do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen). Com a presença de servidores do quadro operacional e do corpo técnico, a reunião foi um momento para alinhamento de ideias e análise de resultados.

O secretário Paulo Cézar destacou as ações positivas que estão sendo realizadas nos presídios do Estado, bem como parabenizou a gestão do Iapen pela forma que vem desenvolvendo o trabalho. Destacou os resultados obtidos na sociedade com o endurecimento das ações dentro dos presídios, o que tem reduzido os índices de criminalidade, principalmente no interior.

Major Rocha destacou que o Iapen foi o orgão que mais apresentou resultados entre as instituições de Segurança, neste início de governo. Entre, revistas, apreensões e ações sociais, muitos foram os dados positivos trazidos à apreciação da sociedade. Ele frisou o fato de que ainda entre os primeiros 60 dias, o Instituto conseguiu retirar de dentro dos presídios 300 celulares, além de outros materiais ilícitos.

Rocha afirmou que este é um momento novo, onde a segurança passa por um processo de reconstrução e pediu a colaboração no que diz respeito às ações realizadas. “Nós tivemos uma redução em todos os índices e reputamos isso à dedicação e ao empenho dos servidores do Instituto Socioeducativo, do Instituto de Administração Penitenciária, da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros”, disse.

Sobre os procedimentos adotados no interior dos presídios, Rocha elogiou o trabalho do Grupo Penitenciário de Operação Especiais (Gpoe) na implantação do Plano Operacional Padrão (POP). “O trabalho, a força e a luta é para que possamos implantar o POP em todos as Unidades Penitenciárias”, destacou.

Rocha afirmou que este é um momento novo, onde a segurança passa por um processo de reconstrução e pediu a colaboração no que diz respeito às ações realizadas. (Foto: Elenilson Oliveira/Iapen)

“O POP é um procedimento padrão que vai ser implementado no Brasil inteiro, onde o Estado retoma a ordem nos presídios. Ele devolve o controle dos presídios às mãos do Estado e é isso que nós vamos fazer todo o Acre. Estatisticamente nós temos como comprovar que nos municípios onde o POP foi implantado, no caso do Acre, em Sena Madureira e Cruzeiro do Sul, nós tivemos as maiores reduções nos índices de violência. Cruzeiro do Sul um número muito grande, mas Sena Madureira passou as expectativas, foi mais de 50% da maioria dos indicadores da violência”, enfatizou o vice-governador.

No que diz respeito aos investimentos previstos para o Sistema Penitenciário, Rocha destacou que, além do valor de 50 milhões que serão destinados ao Sistema Integrado de Segurança, existe um esforço junto ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen), que visa arrecadar recursos para o projeto de monitoramento de todos os presídios. “Nós queremos implantar no Sistema Prisional do Acre o videomonitoramento e a automação de todas as Unidades”, afirmou.